O homem sereia, de Samanta Schweblin

  • Emilia Magalí Spahn Universidade Federal de São Carlos
  • Wilson Alves Bezerra Universidade Federal de São Carlos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emilia Magalí Spahn, Universidade Federal de São Carlos

É Professora de Letras pela Universidad Nacional del Litoral (Santa Fe, Argentina). Atualmente, mestranda no Programa de Pósgraduação em Estudos de Literatura pela Universidade Federal de São Carlos (São Carlos, SP, Brasil).

Wilson Alves Bezerra, Universidade Federal de São Carlos

É escritor, tradutor, crítico literário e professor de literatura. É autor dos seguintes ensaios: Reverberações da fronteira em Horacio Quiroga (Humanitas/FAPESP, 2008) e Da clínica do desejo a sua escrita (Mercado de Letras/FAPESP, 2012); e das seguintes obras literárias: Histórias zoófilas e outras atrocidades (contos, EDUFSCar / Oitava Rima, 2013), Vertigens (poemas em prosa, Iluminuras 2015, que recebeu o Prêmio Jabuti 2016), O Pau do Brasil (poemas em prosa, Urutau, 2016) e Exílio aos olhos, exílio às línguas (poemas em prosa, Oca, 2017). Atua também como tradutor literário: traduziu autores latino-americanos como Horacio Quiroga (Contos da Selva, Cartas de um caçador, Contos de amor de loucura e de morte, todos pela Iluminuras) e Luis Gusmán (Pele e Osso, Os Outros, Hotel Éden, ambos pela Iluminuras). Sua tradução de Pele e Osso, de Luis Gusmán, foi finalista do Prêmio Jabuti 2010, na categoria Melhor tradução literária espanhol-português. Como resenhista, atualmente colabora com O Estado de S. Paulo, O Globo, A União e El
Universal (México). É doutor em literatura comparada pela UERJ e mestre em literatura hispano-americana pela USP, onde também se graduou. É professor de Departamento de Letras da UFSCar, onde atua na graduação e no mestrado. Foi coordenador de cultura da UFSCar, de 2013 a 2016.

Publicado
2019-08-03
Como Citar
Spahn, E., & Bezerra, W. (2019). O homem sereia, de Samanta Schweblin. Cadernos De Literatura Em Tradução, (21), 51-60. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/clt/article/view/160678