CATALOGAÇÃO DOS BENS CULTURAIS NA ITÁLIA: MÉTODOS, FERRAMENTAS E COOPERAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO

Autores

  • Antonella Negri MINISTÉRIO DOS BENS E ATIVIDADES CULTURAIS E DO TURISMO, ROMA, ITÁLIA

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0iesp21p99-118

Palavras-chave:

Catalogação, Bens culturais, Sistemas de informação

Resumo

 No Ministério dos Bens e Atividades Culturais e do Turismo (MiBACT), o Instituto Central de Catalogação e Documentação (ICCD) é a referência institucional para a programação, o desenvolvimento metodológico e o planejamento das atividades relativas à catalogação do patrimônio cultural italiano. Com essa finalidade, coordena a pesquisa relativa à definição dos padrões de catalogação para os diferentes tipos de bens culturais referentesaos âmbitos de proteção do MiBACT e coordena o Catálogo Geral do Patrimônio Arqueológico, Arquitetônico, Histórico, Artístico, Étnico e Antropológico Nacional. Desde a sua fundação (1975) até hoje, o ICCD tem constantemente direcionado suas políticas operacionais para o diálogo com outros sujeitos envolvidos no setor dos bens culturais, a fim de identificar as regras e modalidades de trabalho para compartilhar os conhecimentos em relação ao patrimônio, tais como os padrões de catalogação e os protocolos de intercâmbio de dados. Com a criação do novo Sistema de Informação Geral de Catalogação baseado na tecnologia web (SIGECweb), o Instituto tem novos recursos e tecnologias para gerenciar todo o processo de produção de dados de catalogação, desde a atribuição de códigos unívocos até a publicação das fichas para a utilização gratuita, com o objetivo de garantir a homogeneidade e a partilha das informações produzidas. Também foram definidos os procedimentos para a interoperabilidade com sistemas externos e o ICCD participou do desenvolvimento da plataforma de cooperação Vincoli in Rete (VIR), que efetua a interoperabilidade entre os três principais bancos de dados do MIBACT e representa o principal ponto de acesso ao registro de dados compartilhados dos bens relativos ao patrimônio cultural imóvel.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonella Negri, MINISTÉRIO DOS BENS E ATIVIDADES CULTURAIS E DO TURISMO, ROMA, ITÁLIA

 Arquiteta responsável do Serviço pelos bens arquitetônicos e ambientais, Instituto Central de Catalogação e Documentação (ICCD) – Ministério dos Bens e Atividades Culturais e do Turismo (MiBACT).  

Publicado

2016-07-29

Como Citar

Negri, A. (2016). CATALOGAÇÃO DOS BENS CULTURAIS NA ITÁLIA: MÉTODOS, FERRAMENTAS E COOPERAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO. Revista CPC, (esp21), 99-118. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0iesp21p99-118