Habitação como patrimônio: a preservação dos conjuntos residenciais modernos

Autores

  • Flávia Brito do Nascimento Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i4p23-39

Palavras-chave:

Conjuntos Residenciais, Arquitetura moderna, Preservação

Resumo

Este trabalho visa problematizar a preservação dos conjuntos residenciais empreendidos entre 1930 e 1964 em todo o país pelos Institutos de Aposentadoria e Pensões, pelo Departamento de Habitação Popular e pela Fundação da Casa Popular. Tais conjuntos residenciais são exemplares importantes da história da arquitetura moderna brasileira e têm sua salvaguarda seriamente ameaçada. Integrando as agendas da preservação e da habitação social, propomos estudá- los e entendê- los como patrimônio cultural, objetivando reunir esforços para definir parâmetros conceituais e traçar estratégias de gestão e de preservação. Pretendemos tomar parte do debate sobre a preservação da arquitetura e do urbanismo modernos a partir do tópico da habitação social, enfrentando as questões da atribuição de valor e da atualidade e/ou obsolescência das propostas do morar moderno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-10-01

Como Citar

Nascimento, F. B. do. (2007). Habitação como patrimônio: a preservação dos conjuntos residenciais modernos . Revista CPC, (4), 23-39. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i4p23-39

Edição

Seção

Artigos