Um panorama dos museus universitários mais visitados no Brasil, entre 2014 e 2018

Autores

  • Ana Veronica Cook Fernandes Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v15i30espp15-33

Palavras-chave:

Museus universitários, Visitantes, Políticas públicas, Formulário de visitação anual

Resumo

A compreensão do papel atualmente desempenhado pelos museus universitários no Brasil passa pela identificação e caracterização dessas instituições, bem como pela análise dos resultados obtidos através das ações por elas empreendidas. Neste sentido, o presente trabalho apresenta um panorama quali-quantitativo dos museus universitários que estiveram presentes na lista dos 100 museus mais visitados no Brasil, conforme  levantamento do Formulário de Visitação Anual compilado pelo Instituto Brasileiro de Museus, referente aos anos de 2014 a 2018. Foram analisados  dados referentes à quantidade de museus universitários, a sua distribuição geográfica no país, ao seu vínculo institucional, às temáticas às quais se dedicam, ao ano de criação da instituição e à condição de preexistência e tombamento ou não de sua sede, realizando-se alguns cruzamentos dos dados para extrair informações adicionais. Não obstante seja um recorte numericamente restrito, ao contemplar as instituições que obtiveram melhor resultado de público nos cinco anos estudados, consideramos se tratar de uma amostragem qualitativamente significativa. Através desse panorama, podemos não apenas visualizar similaridades, mas também lacunas no cenário nacional, como a localização quase exclusiva nas regiões Sul e Sudeste do país; a maior incidência numérica e maior recorrência na lista dos museus vinculados a universidades públicas; e a predominância da temática científica. Esta é certamente uma abordagem parcial do tema dos museus universitários no país, que poderá complementar outras abordagens e apontar caminhos que poderão ser aprofundados em futuras investigações, de forma a possibilitar uma compreensão mais plena do papel que essas instituições desempenham no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Veronica Cook Fernandes, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil

Arquiteta e urbanista pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, mestre em Arquitetura e Urbanismo pelo PPG-AU/FAUFBA. Atua em escritório próprio, com experiência no desenvolvimento de projetos arquitetônicos e de restauração do patrimônio edificado. É coautora dos projetos de arquitetura e expografia do Museu Nacional de Enfermagem Ana Nery (2010), dos projetos
básicos expográficos para as coleções do Centro Cultural Solar Ferrão (2013), e dos projetos de arquitetura da Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim (2018) e do Museu do Recôncavo Wanderley Pinho (2019).

Referências

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. Tradução Luciano Vieira Machado. São Paulo: Estação Liberdade, 2001.

DUARTE, Alice. Nova museologia: os pontapés de saída de uma abordagem ainda inovadora. Revista Museologia e Patrimônio, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, p. 99-117, 2013. Disponível em: http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/ index.php/ppgpmus/issue/view/15/showToc . Acesso em: 13 dez. 2017.

HUYSSEN, Andreas. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos, mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000. 116 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. 100 + FVA 2014 a 2018. Brasília: Ibram, 2019a.

Planilha eletrônica. Versão recebida via mensagem eletrônica em 18 jun. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Formulário de Visitação Anual: resultados FVA 2014. Brasília: Ibram, 2018a. Versão atualizada em 20 mai. 2018. Disponível em: http://www.museus.gov.br/acessoainformacao/acoes-e-programas/ museus-e-publico/formulario-de-visitacaoanual/ . Acesso em: 8 jun. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Formulário de Visitação Anual: resultados FVA 2015. Brasília: Ibram, 2018b. Versão atualizada em 20 mai. 2018. Disponível em: http://www.museus.gov.br/acessoainformacao/acoes-e-programas/ museus-e-publico/formulario-de-visitacaoanual/ . Acesso em: 8 jun. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Formulário de Visitação Anual: resultados FVA 2016. Brasília: Ibram, 2018c. Versão atualizada em 20 mai. 2018. Disponível em: http://www.museus.gov.br/acessoainformacao/acoes-e-programas/ museus-e-publico/formulario-de-visitacaoanual/ . Acesso em: 8 jun. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Formulário de Visitação Anual: resultados FVA 2017. Brasília: Ibram, 2018d. Disponível em: http://www.museus. gov.br/acessoainformacao/acoes-eprogramas/museus-e-publico/formulario-de-visitacao-anual/ . Acesso em: 8 jun. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Formulário de Visitação Anual: resultados FVA 2018. Brasília: Ibram, 2019. Disponível em: http://www.museus. gov.br/acessoainformacao/acoes-eprogramas/museus-e-publico/formulario-de-visitacao-anual/ . Acesso em: 19 jun. 2019.

INTERNATIONAL COUNCIL OF MUSEUMS. Statutes. [S. l.]: Internacional Council of Museums, 2017. Disponível em: https://Icom.museum/wp-content/uploads/2018/ 07/2017_Icom_Statutes_EN.pdf . Acesso em: 25 fev. 2019.

JIMÉNEZ-BLANCO, María Dolores. Una historia del museo en nueve conceptos. Madri: Ediciones Cátedra, 2014. 240p.

SILVA, Maurício Cândido da. A Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários: proposição, pesquisa, colaboração e manifestação de apoio ao Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro e ao Instituto Brasileiro de Museus. Revista CPC, São Paulo, n. 27,p. 297-309, jan./jul. 2019. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/cpc/article/view/152250 . Acesso em: 11 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v14i27p297-309 .

SOARES, Marianna de Souza. Museus universitários, encontros e redes de museus: estratégias de articulação e reconhecimento. (2020. 248 p.) Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília, 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Fernandes, A. V. C. (2020). Um panorama dos museus universitários mais visitados no Brasil, entre 2014 e 2018. Revista CPC, 15(30esp), 15-33. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v15i30espp15-33