Governança em rede: o caso do sistema brasileiro de museus

Autores

  • Átila Bezerra Tolentino

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i16p101-118

Palavras-chave:

Estado Rede, Redes sociais, Políticas públicas, Sistema Brasileiro de Museus

Resumo

A partir da literatura sobre os diferentes conceitos de sistemas e redes sociais e suas implicações na implementação das políticas públicas, sobretudo do conceito de “Estado Rede”, proposto por Manuel Castells, o presente artigo analisa a atuação do
Sistema Brasileiro de Museus - SBM, criado por meio do Decreto n. 5.264/2004, como uma das metas da Política Nacional de Museus do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Átila Bezerra Tolentino

Especialista em Gestão de Políticas Públicas de Cultura pela Universidade de Brasília. É da carreira de
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, do Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão, com atuação no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Coordena a Casa do Patrimônio de João Pessoa, vinculada à Superintendência do Iphan na Paraíba. Tem experiência nas áreas de museologia,
políticas públicas para o patrimônio cultural e educação patrimonial.

Downloads

Publicado

2013-10-11

Como Citar

Tolentino, Átila B. (2013). Governança em rede: o caso do sistema brasileiro de museus. Revista CPC, (16), 101-118. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i16p101-118

Edição

Seção

Coleções e Acervos