António Riço: um operário iluminado

Autores

  • Riccardo Cocchi Instituto Camões

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v13i26p107-127

Palavras-chave:

António Riço, Covilhã, Revivências, Florinda, Literatura portuguesa

Resumo

Neste artigo pretende-se, em primeiro lugar, resgatar uma parte da biografia e da produção literária do operário-escritor António Riço, oriundo da cidade de Covilhã (Portugal). Para esse efeito, serão recolhidos – principal, mas não exclusivamente – os dados biográficos contidos na própria obra de Riço. Secundariamente, visa-se evidenciar, por meio dos excertos retirados dessa mesma produção literária, como a escrita tem sido para esse autor uma via para expressar a necessidade e a urgência de denunciar as várias problemáticas de natureza sociocultural e injustiças do seu tempo. Finalmente, em anexo, vão ser disponibilizados os endereços eletrônicos para consultar, na íntegra, de todos os números da revista Florinda, que António Riço contribuiu para fundar e da qual foi coordenador editorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMBIRES, J. D. O neorrealismo em Portugal: Escritores, história e estética. Revista Trama, vol. 9, n. 17, p. 95-107, 1º semestre de 2013. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/8207. Acesso em: 25 ago. 2021.

MOISÉS, M. O Neo-Realismo: arte e ideologia. As estéticas literárias em Portugal – vol. 3: século XX. Lisboa: Caminho, 2002, p. 193-292.

PINHEIRO, E.; SILVA, M. S. A Covilhã: uma paisagem cultural evolutiva. Algumas notas sobre a (re)construção das memórias industriais da cidade. Ubimuseum. Revista online do Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior, n. 1, p. 53-73, 2012. Disponível em: http://www.ubimuseum.ubi.pt/n01/artigos.html. Acesso em: 25 ago. 2021.

RAMOS, M. S. Café Montalto. 2.ed. Coimbra: Alma Azul, 2004.

RIÇO, A. Editorial. Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 1, n. 1, p. 1, jun./jul./ago. 1997a.

RIÇO, A. A teia (1977). Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 1, n. 1, p. 16, jun./jul./ago. 1997a.

RIÇO, A. Uma grande amizade... Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 1, n. 2, p. 35-36, out. 1997b.

RIÇO, A. O espaço e o tempo da cidadania social. Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 2, n. 4, p. 18-20, out. 1998.

RIÇO, A. A Covilhã e as fábricas. Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 1 [sic], n. 6, p. 31-32, out. 1999a.

RIÇO, A. Revivências. Prefácio de João Morgado. Covilhã: Kreamus, 1999b.

RIÇO, A. Cantar a vida desde pequenino. Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 3, n. 7, p. 37, abr. 2000.

RIÇO, A. Emigração. Questão do passado e do presente. Florinda. Revista Cultural – Edição da Câmara Municipal da Covilhã, Covilhã, ano 3, n. 9, p. 31-33, nov. 2001.

TORRES, A. P. Uma compreensão do povo português. Colóquio/Letras, [s.l.], n. 21, p. 17-18, set. 1974. Disponível em: https://coloquio.gulbenkian.pt/cat/sirius.exe/issueContentDisplay?n=21&p=17&o=p. Acesso: 25 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

Cocchi, R. (2021). António Riço: um operário iluminado. Revista Desassossego, 13(26), 107-127. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v13i26p107-127