"REGRESSO À CÚPULA DA PENA": O MITO DO ETERNO RETORNO EM JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS

Autores

  • Laerte Fernando Levai Universidade de São Paulo - USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v4i8p106-114

Palavras-chave:

José Rodrigues Miguéis, regresso, embate, reintegração

Resumo

Regresso à Cúpula da Pena, a mais insólita narrativa ficcional da obra de José Rodrigues Miguéis, foi considerada por Óscar Lopes como um poema em prosa do regresso português à pátria. Neste conto, que suscita o mito de Eterno Retorno, um expatriado volta a Lisboa para reintegrar-se à sua gente e, sobretudo, a si mesmo. A trama segue um ritmo quase cinematográfico, impregnada de ansiedade e tensão, com a incerteza do herói em se readaptar ao tempo presente. Portugal de outrora é longe e inacessível aos olhos do viajante, que não quer ser estrangeiro em seu país. O embate travado no zimbório da Pena assume um caráter mítico, na qual o narrador-personagem enfrenta, em uma luta de vida e morte, seus próprios fantasmas. O emblemático confronto do Eu com o Outro, que transita entre os planos do onírico e da imaginação, acena inicialmente com a dúvida, para depois encontrar uma justificativa sobrenatural que permanecerá, ainda assim, encoberta pela máscara da ambiguidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laerte Fernando Levai, Universidade de São Paulo - USP

Doutorando.

Downloads

Publicado

2012-12-05

Como Citar

Levai, L. F. (2012). "REGRESSO À CÚPULA DA PENA": O MITO DO ETERNO RETORNO EM JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS. Revista Desassossego, 4(8), 106-114. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v4i8p106-114

Edição

Seção

Vária