O sábio e o ignorante. Espinosa e a emenda da vida

  • Antônio David Universidade de São Paulo, USP
Palavras-chave: Sábio, Ignorante, Regra de vida, Emenda da vida

Resumo

Partindo das figuras do sábio e do ignorante tal como aparecem na obra de Espinosa, busca-se situá-las, na estratégia de exposição de Espinosa, como modelos ou imagens cujo conceito remete à prática. Com isso, procura-se mostrar o lugar central ocupado pelos conceitos de regra de vida e emenda da vida na concepção espinosana de liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Balgley, P. (2008). Philosophy, Theology, and Politics: A Reading of Benedict Spinoza's Tractatus Theologico-politicus. Supplements to The Journal of Jewish thought and philosophy v. 6. Koninklijke Brill NV: Leiden.
Balibar, E. (1990). “Ultimi Barbarorum - Espinoza: o temor das massas”. Tradução de B. P. Neto. Discurso, n. 18, pp. 7-35.
Chaui, M. (2000). A nervura do real. Imanência e liberdade em Espinosa (Vol. 1 - Imanência). São Paulo: Companhia das Letras.
Chaui, M. (2016). A nervura do real II. Imanência e liberdade em Espinosa (Vol. 2 - Liberdade). São Paulo: Companhia das Letras.
Chaui, M. (2011). Desejo, paixão e ação na Ética de Espinosa. São Paulo: Companhia das Letras.
Chaui, M. (2003). Política em Espinosa. São Paulo: Companhia das Letras.
Deleuze, G. (2002). Espinosa: filosofia prática. São Paulo: Escuta.
Deleuze, G. (1968). Spinoza et le problème de l’expression. Paris: Les Éditions de Minuit.
Espinosa, B. (2012). Breve tratado de Deus, do homem e do seu bem-estar. Tradução e notas E. Â. da Rocha Fragoso; L. C. Oliva. Belo Horizonte: Autêntica Editora.
Espinosa, B. (2012). “Carta nº 44”, Cadernos de Ética e Filosofia Política, n. 20. Tradução, introdução e notas de A. David, pp. 178-181.
Espinosa, B. (2015). Ética. Tradução de Grupo de Estudos Espinosanos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.
Espinosa, B. (2015). Princípios de filosofia cartesiana e Pensamentos metafísicos. Tradução de H. Santiago, L. C. Oliva. Belo Horizonte: Autêntica.
Espinosa, B. (2015). Tratado da emenda do intelecto. Tradução de Cristiano Novaes de Rezende. Campinas: Editora da Unicamp.
Espinosa, B. (2009). Tratado Político. Tradução de D. P. Aurélio. São Paulo: Martins Fontes.
Espinosa, B. (2003). Tratado Teológico-político. Tradução de D. P. Aurélio. São Paulo: Martins Fontes.
Espinosa, B. (2012). Traité théologico-politique. Tradução de J. Lagrée et P.-F. Moreau. Paris: Presses Universitaires de France.
Espinosa, B. (1972). Spinoza Opera. Tradução de Heidelberger Akademie der Wissenschaften. Heidelberg: C. Winter.
Hobbes, T. (1999) Leviatã. Tradução de J. P. Monteiro e M. B. N. da Silva. São Paulo: Editora Nova Cultura.
James, S. (2012). Spinoza on Philosophy, Religion, and Politics. The Theologico-Political Treatise. New York: Oxford University Press.
James, S. (2003). Spinoza et le spinozisme. Paris: Presses Universitaires de France.
Mainônides, M. (1998). Guía de Perplejos. D. G. Mazeo (ed.). Madrid: Editorial Trotta.
Mathéron, A. (2011). Études sur Spinoza et les philosophies de l'âge classique. Lyon: ENS Éditions.
Mathéron, A. (1988). Individu et communauté chez Spinoza. Paris: Les Éditions du Minuit, Nouvelle Édition.
Melamed, Y. Y., Rosenthal, M. A. (2010). Spinoza’s ‘theological-political treatise’: a critical guide. New York: Cambridge University Press.
Moreau, P.-F. (1994). Spinoza: l’experience et l’éternité. Paris: Presses Universitaires de France.
Moreau, P.-F. (2003). Spinoza et le spinozisme. Paris: Presses Universitaires de France.
Negri, A. (1993). A anomalia selvagem: poder e potência em Spinoza. Rio de Janeiro: Ed. 34.
Negri, A. (2002). O poder constituinte: ensaio sobre as alternativas da modernidade. Rio de Janeiro: Ed. DP&A.
Negri, A. (2016). Espinosa subversivo e outros escritos. Belo Horizonte: Autêntica.
Paula, M. F. (2009). Alegria e Felicidade. A experiência do processo libertador em Espinosa. (Tese de Doutorado). Departamento de Filosofia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.
De Aquino, T. (1952). The Summa Theologica of Saint Thomas Aquinas. Tradução de Fathers of the English Dominican Province. Chicago: London: Toronto: William Benton, Publisher. Encyclopaedia Britannica Inc. (Great Books of the Western World, 19-20).
De Aquino, T. Corpus Thomisticum. Subsidia studii ab Enrique Alarcón collecta et edita. Disponível em .
Publicado
2020-06-28
Como Citar
David, A. (2020). O sábio e o ignorante. Espinosa e a emenda da vida. Discurso, 50(1), 261–278. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2020.171584
Seção
Artigos