Abaixo de zero: psicanálise, política e o “deficit de negatividade” em Axel Honneth

Autores

  • Vladimir Safatle

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2013.84727

Palavras-chave:

Reconhecimento, Psicanálise, Honneth, Lacan, Individualidade, Pulsão.

Resumo

Trata-se de discutir a natureza dos recursos à psicanálise (em especial Donald Winnicott e Hans Loewald) feitos por Axel Honneth na construção de sua teoria do reconhecimento. Espera-se mostrar como tais recursos trazem consequências políticas claras por permitir a definição de um dos eixos fundamentais das lutas sociais como sendo a afirmação das condições para o desenvolvimento da individualidade. Durante o artigo, veremos como o recurso a outra matriz psicanalítica (fornecida por Jacques Lacan) poderia abrir o caminho para consequências políticas alternativas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-09-18

Como Citar

Safatle, V. (2013). Abaixo de zero: psicanálise, política e o “deficit de negatividade” em Axel Honneth. Discurso, 1(43), 191-228. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2013.84727

Edição

Seção

Artigos