Fatores determinantes da eficiência técnica da cana-de-açúcar nos polos de produção do sudeste e centro-oeste brasileiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-53575416lccb

Palavras-chave:

Etanol, DEA, Tobit

Resumo

Destacando-se como o principal produtor mundial de cana-de-açúcar e líder em volume de produção e exportação de açúcar, o Brasil desempenha papel central na fabricação de etanol e na geração de biomassa. Apesar da relevância do setor, poucos estudos se dedicaram a
 avaliar a eficiência técnica e os determinantes socioeconômicos da produção agrícola de cana-de-açúcar no Brasil. Diante da importância econômica da atividade e dessa lacuna na literatura, o objetivo deste estudo foi calcular a eficiência técnica da produção de cana-de-açúcar, utilizando o método de análise envoltória de dados (data envelopment analysis – DEA) para uma amostra de municípios nos estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso, por meio de dados do Censo Agropecuário de 2017 e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Adicionalmente, um modelo Tobit foi empregado para identificar as variáveis socioeconômicas que afetam a eficiência produtiva da cana-de-açúcar nesses estados. Os resultados apontaram que as mesorregiões de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, em São Paulo, e Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, em Minas Gerais, apresentaram as maiores eficiências de produção nos municípios. Além disso, os resultados do modelo Tobit indicaram que as variáveis socioeconômicas mais relevantes para os estados analisados foram a presença ou não de usinas no município e a mesorregião à qual o município pertence

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Luísa Fancelli Coelho, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.Universidade de São Paulo

    Doutoranda em Economia Aplicada

  • Cassiano Bragagnolo, Universidade Federal de São Carlos

    Professor 

Referências

Alves, Lázaro Quintino, Petrus Narciso Franco, Willian Aparecido Leoti Zanetti, e Bruno César Góes. 2021. “Desempenho Da Produção Da Cultura de Cana-de-Açúcar Nos Principais Estados Produtores.” Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas 15 (2): 303–3017. https://doi.org/https://doi.org/10.18011/bioeng2021v15n2p303-317.

Ambetsa, Francis Lekololi, Samuel Chege Mwangi, e Samuel Njiri Ndirangu. 2020. “Technical Efficiency e Its Determinants in Sugarcane Production among Smallholder Sugarcane Farmers in Malava Sub-County, Kenya.”

African Journal of Agricultural Research 15 (3): 351–60.

ANP. 2020. “Painel Dinâmico de Produtores de Etanol.” 2020. http://www.anp.gov.br/producao-de-biocombustiveis/etanol/painel-dinamico-de-produtores-de-etanol. Acesso em 03 mar. 2023.

Baccarin, José Giacomo. 2019. “Efeitos Ambientais, Sociais e Econômicos de Mudanças Tecnológicas Recentes Na Cana-de-Acúcar No Estado de São Paulo, Brasil.” PEGADA - A Revista Da Geografia Do Trabalho 20 (3): 141–73. https://doi.org/10.33026/peg.v3i20.6559.

Bacchi, Mirian Rumenos Piedade, e Carlos Eduardo Caldarelli. “Impactos socioeconômicos da expansão do setor sucroenergético no Estado de São Paulo, entre 2005 e 2009.” Nova economia 25 (2015): 209-224.

Balbino, V. A., C. C. Souza, e D. M. Frainer. 2020. “Análise Da Eficiência Das Indústrias de Açúcar e Álcool Com a Análise Envoltória de Dados.” Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais 11 (1): 351–61. https://doi.org/http://doi.org/10.6008/CBPC2179- 6858.2020.001.0032.

Barbalho, Maria Gonçalves da Silva. 2013. “A Expansão Da Área de Cultivo Da Cana-de-Açúcar Na Região Sul Do Estado de Goiás de 2001 a 2011.” Revista Brasileira de Ciências Ambientais, no. 29: 98–110.

Cardoso, Terezinha F, Marcos D. B. Watanabe, Alexandre Souza, Mateus Ferreira Chagas, Otávio Cavalett, Edvaldo Rodrigo Morais, Luiz A. Horta Nogueira, Manoel Regis Lima Verde Leal, Luiz Cortez, e Antonio Bonomi. 2019. “A Regional Approach to Determine Economic, Environmental e Social Impacts of Different Sugarcane Production Systems in Brazil.” Biomass e Bioenergy 120 (January): 9–20. https://doi.org/10.1016/j.biombioe.2018.10.018.

Carmo, MS do, e M. M. de Magalhães. “Agricultura sustentável: avaliação da eficiência técnica e econômica de atividades agropecuárias selecionadas no sistema não convencional de produção.” Informações Econômicas 29.7(1999): 7-98.

Castanho, Roberto Barboza, e Thales Silveira Souto. 2013. “Produção de Cana-de-Açucar Na Mesorregião Do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Minas Gerais, Brasil.” Brazilian Geographical Journal 4 (1): 27–54.

Charnes, A., W. W. Cooper, e E. Rhodes. 1978. “Measuring the Efficiency of Decision Making Units.” European Journal of Operational Research 2 (6): 429–44. https://doi.org/10.1016/0377-2217(78)90138-8.

Coelli, Timothy, D. S. Prasada Rao, e George E. Battese. 1998. An Introduction to Efficiency e Productivity Analysis. Boston, MA: Springer US. https://doi.org/10.1007/978-1-4615-5493-6.

CONAB. 2020. “Safra Brasileira de Cana-de-Açúcar.” 2020. https://www.conab.gov.br/info-agro/safras/cana. Acesso em 25 abr. 2023.

Cooper, William W., Lawrence M. Seiford, e Joe Zhu. 2011. “Data Envelopment Analysis: History, Models, e Interpretations.” In Handbook on Data Envelopment Analysis, edited by Springer, 1–39. Boston, MA. https://doi.org/10.1007/978-1-4419-6151-8_1.

Danelon, André Felipe, Humberto Francisco Silva Spolador, eJason Scott Bergtold. “The role of productivity and efficiency gains in the sugar-ethanol industry to reduce land expansion for sugarcane fields in Brazil.” Energy Policy 172 (2023): 113327.

Domingues, Alex Torres. 2011. “O Setor Agroindustrial Canavieiro No Mato Grosso Do Sul: Desdobramentos e Perspectivas.” Revista Tamoios VII (2): 21–36. https://doi.org/https://doi.org/10.12957/tamoios.2011.2237.

Duarte, A., A. P. Salgado Jr, S. V. Lemos, M. A. A. Souza Jr, e F. A. Antunes. 2019. “Proposal of Operating Best Practices That Contribute to the Technical Efficiency in Brazilian Sugar e Ethanol Mills.” Journal of Cleaner Production 214 (March): 173–84. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2018.12.204.

Farrar, Donald E., e Robert R. Glauber. 1967. “Multicollinearity in Regression Analysis: The Problem Revisited.” The Review of Economics e Statistics 49 (1): 92–107.

Farrell, M. J. 1957. “The Measurement of Productive Efficiency Http://Www.Jstor.Org/Stab.” Journal of the Royal Statistical Society. Series A (General) 120 (3): 253–90. http://goo.gl/AFhm2N.

FAO. (2022). Agricultural production statistics 2000–2021 (60th ed.). FAO. https://doi.org/10.4060/cc3751en

IBGE. 2017. “Censo Agropecuário - Resultados Definitivos.” 2017. https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario-2017. Acesso em 20 jun. 2022.

Júnior, Antônio Carlos Brunozi, et al. “Eficiência produtiva e análise econômica e financeira de usinas de cana-de-açúcar do estado de São Paulo.” REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL-Universidade Federal do Rio Grande do Norte-ISSN 2176-9036 4.2 (2012): 74-92.

Lemos, S. V., A. P. Salgado Jr, A. Duarte, M. A. A. Souza Jr, e F. A. Antunes. 2019. “Agroindustrial Best Practices That Contribute to Technical Efficiency in Brazilian Sugar e Ethanol Production Mills.” Energy 177: 397–411. https://doi.org/10.1016/j.energy.2019.04.053.

Marin, Fábio Ricardo, Maria Leonor Lopes-Assad, Eduardo Delgado Assad, Carlos Eduardo Vian, e Marcelo Cabral Santos. 2008. “Sugarcane Crop Effi Ciency in Two Growing Seasons in São Paulo State, Brazil.” Pesquisa Agropecuária Brasileira 43 (11): 1449–55.

Martinelli, Luiz A., Rachael Garrett, Silvio Ferraz, e Rosamond Naylor. 2011. “Sugar e Ethanol Production as a Rural Development Strategy in Brazil: Evidence from the State of São Paulo.” Agricultural Systems 104 (5): 419–28. https://doi.org/10.1016/j.agsy.2011.01.006.

Mattei, Tatiane Salete, e Pery Francisco Assis Shikida. “MODERNIZAÇÃO AGRÍCOLA DOS MUNICÍPIOS CANAVIEIROS NO BRASIL.” Revista Paranaense de Desenvolvimento-RPD 42.141 (2021).

McKay, Ben, et al. “The political economy of sugarcane flexing: initial insights from Brazil, Southern Africa and Cambodia.” The Journal of Peasant Studies 43.1 (2016): 195-223.

Medeiros, Angélica Pott, Reisoli Bender Filho, Kelmara Mendes Vieira, e Paulo Sérgio Ceretta. 2017. “Análise Do Impacto Do Crédito Rural Na Produção Agrícola Brasileira No Período 2006 - 2014.” Revista Em Agronegócio e Meio Ambiente 10 (3). https://doi.org/http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2017v10n3p729-755.

Mesquita, Fernando, et al. “Hierarquias regionais no agronegócio canavieiro: movimento da fronteira e centralidade de São Paulo.” Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais 21 (2019): 329-350.

de Moraes, Márcia Azanha Ferraz Dias, Mírian Rumenos Piedade Bacchi, and Carlos Eduardo Caldarelli. “Accelerated growth of the sugarcane, sugar, and ethanol sectors in Brazil (2000–2008): effects on municipal gross domestic product per capita in the south-central region.” Biomass and Bioenergy 91 (2016): 116-125.

Neves, Pedro Dias Mangolini, and Marcelo Rodrigues Mendonça. “Expansão do agronegócio canavieiro no sul goiano e os efeitos na produção de alimento.” Confins. Revue franco-brésilienne de géographie/Revista franco-brasilera de geografia 44 (2020).

O’Donnell, Christopher J. 2018. Productivity e Efficiency Analysis. Springer Singapore.

Oliveira, Terezinha Bezerra Albino, Antonio Cezar Bornia, Suely de Fátima Ramos Silveira, Alexandre Matos Drumond, e Mauro Wagner Oliveira. 2014. “Analyzing the Costs e Efficiency in the Sugarcane Farms Using Data Envelopment Analysis.” Custos e Agronegócio 10 (1): 228–52.

Paiva, André Luiz, e Mozar José Brito. 2018. “A Configuração Das Lógicas Institucionais Do Campo Da Cachaça de Alambique Em Minas Gerais.” Revista de Economia e Sociologia Rural 56 (4): 701–18. https://doi.org/https://doi.org/10.1590/1234-56781806-94790560409.

Pereira, Caroline Nascimento, e José Maria Ferreira Jardim Silveira. “Análise exploratória da eficiência produtiva das usinas de cana-de-açúcar na região centro-sul do Brasil.” Revista de Economia e Sociologia Rural 54 (2016): 147-166.

Pereira, Nevison Amorim, e Marcelo Tavares. 2017. “Efficiency of Major Producing Regions of Sugar Cane through Data Envelopment Analysis (DEA).” Custos e Agronegócio 13 (Special Edition): 37–70.

Rodrigues, Marcos Aurélio, Giovanna Miranda Mendes, Marcelo Lopes Moraes, e Paulo Fernando Cidade Araújo. 2018. “Eficiência Técnica Na Produção de Cana-de-Açúcar No Estado de São Paulo.” In Contribuição Da FAPESP Ao Desenvolvimento Da Agricultura Do Estado de São Paulo, 414.

Rossetto, Raffaella, Nilza Patricia Ramos, Regina Celia de Matos Pires, Mauro Alexandre Xavier, Heitor Cantarella, e Marcos Guimarães de Andrade Landell. 2022. “Sustainability in Sugarcane Supply Chain in Brazil: Issues e Way Forward.” Sugar Tech 24 (3): 941–66. https://doi.org/doi.org/10.1007/s12355-022-01170-y.

Rudorff, Bernardo Friedrich Theodor, Daniel Alves Aguiar, Wagner Fernando Silva, Luciana Miura Sugawara, Marcos Adami, e Mauricio Alves Moreira. 2010. “Studies on the Rapid Expansion of Sugarcane for Ethanol Production in São Paulo State (Brazil) Using Landsat Data.” Remote Sensing 2 (4): 1057–76. https://doi.org/10.3390/rs2041057.

dos Santos, Henrique Faria, e Ricardo Castillo. “Vulnerabilidade territorial do agronegócio globalizado no Brasil: crise do setor sucroenergético e implicações locais.” GEOUSP Espaço e Tempo (Onne) 24.3 (2020): 508-532.

Scharlemann, Jörn P. W., e William F. Laurance. 2008. “How Green Are Biofuels?” Science 319: 43–45.

Shapiro, S. S., e M. B. Wilk. 1965. “An Analysis of Variance Test for Normality (Complete Samples).” Biometrika 52 (3/4): 591. https://doi.org/10.2307/2333709.

Shikida, Pery Francisco Assis. 2013. “Expansão Canavieira No Centro-Oeste: Limites e Potencialidades.” Revista de Política Agrícola XXII (2): 122–37.

Silva, Dayana Lillian Gallani, Daniela Londero Silva Batisti, Maykon José Giacomelli Ferreira, Fernanda Bertelis Merlini, Ricardo Botelho Camargo, e Beatriz Cervejeira Bolanho Barros Barros. 2021. “Cana-de-Açúcar: Aspectos Econômicos, Sociais, Ambientais, Subprodutos e Sustentabilidade.” Research, Society e Development 10 (7): 1–17. https://doi.org/https://doi.org/10.33448/rsd-v10i7.14163.

Simar, Léopold, e Paul W. Wilson. 1998. “Sensitivity Analysis of Efficiency Scores: How to Bootstrap in Nonparametric Frontier Models.” Management Science 44 (1): 49–61. https://doi.org/10.1287/mnsc.44.1.49.

Siqueira, Paulo Henrique de Lima, e Brício dos Santos Reis. 2006. “Determinantes Da Competitividade Na Agroindústria Processadora de Cana-de-Açúcar No Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Minas Gerais.” Organizações Rurais & Agroindustriais 8 (2): 202–15.

Smeets, Edward, Martin Junginger, André Faaij, Arnaldo Walter, Paulo Dolzan, e Wim Turkenburg. 2008. “The Sustainability of Brazilian Ethanol—An Assessment of the Possibilities of Certified Production.” Biomass e Bioenergy 32 (8): 781–813. https://doi.org/10.1016/j.biombioe.2008.01.005.

de Souza, Rafael Oliveira, e Sônia Milagres Teixeira. «PRODUTIVIDADE TOTAL DOS FATORES NA

AGRICULTURA GOIANA: UMA ANÁLISE PARA AS CULTURAS DE CANA-DE-AÇÚCAR, MILHO E

SOJA.» Revista de Economia e Agronegócio 11.2 (2013).

Szmrecsányi, Tamás, e Eduardo Pestana Moreira. 1991. “O Desenvolvimento Da Agroindústria Canavieira Do Brasil Desde a Segunda Guerra Mundial”. Estudos Avançados 5 (11):57-79. https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/8597.Souza, Geraldo da Silva, Eliano Gonçalves Gomes, e Eliseu Roberto de Andrade Alves. 2020. “Função de Produção Com Base Nos Microdados Do Censo Agropecuário de 2017.” Revista de Política Agrícola, no. 4: 18.

Sparovek, Gerd, et al. “Environmental, land-use and economic implications of Brazilian sugarcane expansion 1996–2006.” Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change 14 (2009): 285-298.

Sueyoshi, T., e Y. Kirihara. 1998. “Efficiency Measurement e Strategic Classification of Japanese Banking Institutions.” International Journal of Systems Science 29 (11): 1249–63.

Tobin, James. 1958. “Estimation of Relationships for Limited Dependent Variables.” Econometrica 26 (1): 24. https://doi.org/10.2307/1907382.

Torquato, Sérgio Alves, Thomaz Fronzaglia, e Renata Martins. 2008. “Colheita Mecanizada e Adequação Da Tecnologia Nas Regiões Produtoras de Cana-de-Açúcar.” In CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISA TECNOLÓGICA, 15. Campina Grande. https://www.researchgate.net/publication/228466934_Colheita_

Mecanizada_e_Adequacao_da_Tecnologia_nas_Regioes_Produtoras_de_Cana-de-acucar.

Torquato, Sérgio Alves, Renata Martins, e Soraia de Fátima Ramos. 2009. “Cana-de-Açúcar No Estado de São Paulo: Eficiência Econômica Das Regionais Novas e Tradicionais de Produção.” Informações Econômicas 39 (5): 92–99.

UNICA. 2023. “ EXPORTAÇÃO ANUAL DE ETANOL PELO BRASIL POR ESTADO DE ORIGEM”.https://unicadata.com.br/listagem.php?idMn=23. Acesso em 10 dez. 2023.

Vedana, Roberta, et al. “Distribuição espacial da produtividade de cana-de-açúcar no Brasil.” Revista de Política Agrícola 28.4 (2020): 121.

Viana, Karina RO, and Ronaldo Perez. “Survey of sugarcane industry in Minas Gerais, Brazil: Focus on sustainability.” Biomass and Bioenergy 58 (2013): 149-157.

Vieira, Pedro Abel, Antonio Marcio Buainain, e Elisio Contini. 2014. “Goiás: Do Vazio Ao Heterogêneo.” In Um Olhar Territorial Para o Desenvolvimento: Centro-Oeste, 521. Rio de Janeiro: BNDES. www.bndes.gov.br/blibiotecadigital.

Wooldridge, J. M. 2012. Introductory Econometrics: A Modern Approach. Edited by South Western Educational Publishing. 5°. Michigan.

Downloads

Publicado

28-03-2024

Edição

Seção

Artigo

Dados de financiamento

Como Citar

Coelho, L. F., & Bragagnolo, C. (2024). Fatores determinantes da eficiência técnica da cana-de-açúcar nos polos de produção do sudeste e centro-oeste brasileiros. Estudos Econômicos (São Paulo), 54(1), 167-204. https://doi.org/10.1590/1980-53575416lccb