Custos de oportunidade para alocação de efluentes nas áreas plantadas de cana na bacia do rio Pirapama

Autores

  • Bruna da Nóbrega Germano Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Economia
  • Márcia Maria Guedes Alcoforado de Moraes Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Economia
  • Francisco de Sousa Ramos Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Economia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-41612010000300007

Palavras-chave:

efluentes, fertirrigação, custo de oportunidade

Resumo

O artigo identifica os custos de oportunidade da alocação de efluentes nas áreas plantadas de cana, distantes mais de 2 Km da agroindústria JB, nos meses de safra em que isso não ocorre. Esses custos são obtidos por meio dos valores marginais das variáveis de decisão, provenientes do problema de maximização de benefícios econômicos, resolvido por meio do General Algebraic Modeling System (GAMS) e da análise do dual do problema linearizado. Além disso, simulam-se diferentes coeficientes para os custos de transporte e de tratamento de efluentes para verificação dos efeitos sobre sua alocação e os benefícios associados à mesma. Desta forma, pode-se subsidiar a identificação de taxas e/ou subsídios que favoreçam a alocação dos efluentes em áreas plantadas de cana mais distantes das agroindústrias, proporcionando não só ganhos de produtividade mais disseminados, como também o respeito aos limites de qualidade do rio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAI, X.; MCKINNEY, D. C.; LANDSON, L.S. Piece-by-piece approach to solving

large nonlinear water resources management models. Jornal of Water Resources

Planning and Management, v. 127, n. 6, p. 363-368, 2001.

CARRERA-FERNANDEZ, J. Estudo de cobrança pelo uso da água na bacia hidrográfica

do Rio Pirapama. Cidade: CPRH, ago. 1999. (Relatório de Consultoria).

COLIN, E. C. Pesquisa Operacional. 170 aplicações em estratégia, finanças, logística,

produção, marketing e vendas. Rio de Janeiro: Editora Eletrônica – ARTE & IDÉIA, 2007.

DFID (Departament for Internacional Development) and CPRH (Companhia Pernambucana

do MeioAmbiente). Diagnóstico ambiental integrado da bacia do Pirapama. Recife: CPRH, 1999.

GERMANO, B. N. Identificação do custo de oportunidade para alocação de efluentes

nas áreas plantadas de cana na bacia do Pirapama com vistas ao atendimento

das restrições de qualidade do rio, através do Modelo Econômico-Hidrológico

Integrado. Monografia – UFPE, Recife, jul. 2008.

ITEP; SUDENE. Vinhoto: alternativas de aproveitamento e aspectos sócio-econômicos.

Recife: Governo do Estado de Pernambuco, 1986.

MENDES, B. G. Avaliação da cobrança como mecanismo econômico alocativo na

gestão de bacias hidrográficas: o caso da bacia do rio Pirapama. Dissertação (Mestrado) – UFPE, ago. 2007.

MORAES, M. M. G. A. Modelo Econômico-Hidrológico Integrado para alocação ótima de água em diferentes usos e vinhoto em áreas plantadas de cana na bacia do rio Pirapama. Tese (Doutorado) – UFPE, Recife, jul. 2003.

MORAES, M. M. G. A. et al. Sistema de Apoio a Decisão Espacial para Gestão de Bacias Hidrográficas Incorporando Modelagem Econômico-Hidrológica Integrada para Alocação de Água: SADEGBHidro. In: SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE, 8, 2006, Gravatá. Anais... Gravatá: ABRH, 2006b.

MORAES, M. M. G. A.; CIRILO, J. A.; SAMPAIO, Y. Integração dos componentes econômico e hidrológico na modelagem de alocação ótima de água para apoio a gestão de recursos: uma aplicação na bacia do Pirapama. Revista Economia, v. 7, n. 2, p. 332-364, maio/ago. 2006.

MORAES, M. M. G. A.; CIRILO, J. A.; SAMPAIO, Y. Apoio a decisão na gestão de recursos hídricos usando modelo econômicohidrológico integrado para alocação ótima de água: uma aplicação na bacia do rio Pirapama. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 13, p. 29-42, 2008a.

MORAES, M. M. G. A.; CIRILO, J. A.; SAMPAIO, Y. Modelo econômico-hidrológico integrado para gestão de bacias hidrográficas: abordagem piece-by-piece para incorporar a capacidade de autodepuração dos rios e limites de trofia dos reservatórios. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 13, p. 43-56, 2008b.

NASCIMENTO, C. L. Avaliação econômica do aproveitamento do vinhoto concentrado

como fertilizante. Disponível em: <http://www.uenf.br/Uenf/Downloads/POSENGPRODUCAO_

_1213390120.pdf>. Acesso em: 07 nov. 2007.

RIBEIRO, M. M. R. Alternativas para a outorga e a cobrança pelo uso da água. Tese (Doutorado) – UFRS, Porto Alegre, jan. 2000.

ROSEGRANT, M. W. et al. Integrated Economic-Hydrologic Water Modeling at the basin scale: the Maipo River Basin. Agricultural Economics, v. 24, n. 1, p. 33-46, 2000.

THOMAS, J. M.; CALLAN, S. J. Economia ambiental: fundamentos, políticas e aplicações. São Paulo: Cengage Learning, 2009.

VARIAN, H. R. Microeconomia – princípios básicos. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

VON SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos.

Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1996. v. 1.

Downloads

Publicado

2010-09-30

Edição

Seção

Não definida