Impactos da reestruturação do setor de celulose e papel no Brasil sobre o desempenho de suas indústrias

Autores

  • Adriana Estela Sanjuan Montebello Universidade Federal de São Carlos
  • Carlos José Caetano Bacha Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-53574315amcb

Palavras-chave:

setor de celulose e papel no Brasil, reestruturação, desempenho industrial, dados em painel

Resumo

Este artigo tem como objetivo determinar, por meio da estimativa de equações com dados organizados em painel, se as variáveis que medem a estrutura e a abertura comercial tiveram influência sobre o desempenho das indústrias de celulose e das indústrias de papéis e de artefatos de papéis no Brasil (essas duas últimas tomadas em conjunto). O período de tempo considerado na análise foi o de 1986 a 2007 e os dados utilizados são oriundos da Pesquisa Industrial Anual do IBGE e da Associação Brasileira de Celulose e Papel - BRACELPA. Concluiu-se que a variável de concentração de mercado (HHI) – que mede a estrutura - teve impacto positivo sobre a margem preço-custo que é a medida de desempenho das indústrias citadas. Além disso, o aumento na taxa de importação (que mede a abertura comercial) tem relação negativa com a margem preço-custo e a origem do capital tem relação positiva com a medida de desempenho considerada. Ou seja, o aumento da importância do capital estrangeiro na indústria aumenta o seu desempenho.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL - BRACELPA. Relatório estatístico da BRACELPA. São Paulo, 1982-2006.

AAVERBUG, A. Abertura e integração comercial brasileira na década de 90. Disponível em: http://www.bndespar.com.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/livro/eco90_02.pdf. Acesso em: 28 jun. 2012.

BAER, W. A economia brasileira. 3. ed. São Paulo: Nobel, 2009. 541 p.

BALASSA, B. Exports and economic growth. Journal of Development Economics, New York, v. 5,

n.2, p. 181-189, July, 1978.

BERGER, A.N. The profit-relationship in banking: tests of market-power and efficient-structure hypotheses. Journal of Money, Credit and Banking, Ohio, v. 27, n. 2, 1995. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/2077876>. Acesso em: 29 maio 2009.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio

Exterior. ALICE-WEB: Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior via Internet.

b. Disponível em: <http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br>. Acesso em: 28 jun. 2009.

CÂNDIDO, M. S.; LIMA, F.G. Crescimento econômico e comércio exterior: teoria e evidências para algumas economias asiáticas. Economia Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 303-325, maio/ago. 2010.

CARRAZZA, L.C.; BACHA, C.J.C. Evolução, estrutura e desafios da indústria de papéis no Brasil:

período de 1965 a 2000. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA

E SOCIOLOGIA RURAL, 42., 2004, Cuiabá. Anais... Brasília: SOBER, 2004. p. 1-14.

CARVALHO JÚNIOR, N.S. Lucratividade e desempenho industrial: uma aplicação empírica de duas abordagens teóricas. 2006. Dissertação (Mestrado em Economia) – Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2006. Disponível em: <http://www.cedeplar.ufmg.br/economia/dissertacoes/2006/Nelson_Carvalho.pdf>. Acesso em:16 maio 2009.

CARVALHO JÚNIOR, N.S.; RUIZ, R.M. Determinantes do desempenho das firmas a partir das novas capacitações internas: um estudo de firmas brasileiras. Economia Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 97-127, jan./abr. 2008.

CHANDLER, A.D. Scale and scope: the dynamics of industrial capitalism. 1. ed. London: Harvard University Press, 860 p.

DAMANI, P. Vertical integration in the american pulp and paper industry, 1970-2000. 2004. 52 p. Dissertation (Master of Science in the School of Economics) – Institute of Technology, Georgia, 2004. Disponível em: <http://smartech.gatech.edu/bitstream/1853/4989/1/damani_pallavi_

_MS.pdf>. Acesso em: 11 nov. 2007.

DEMSETZ, H. Industry structure, market rivalry, and public policy. Journal of Law and Economics, Chicago, v. 16, n. 1, 1973. Disponível em: <http://www.jstor.org/pss/724822>. Acesso em: 29 maio 2009.

FEIJÓ, C.A.; CARVALHO, P.G.M.; RODRIGUES, M.S. Concentração industrial e produtividade do

trabalho na indústria de transformação nos anos 90: evidências empíricas. Economia, Niterói, v. 4, n. 1, p. 19-52, jan./jun. 2003.

FIUZA, E.P.S. Estudos econométricos em organização industrial no Brasil. In: LISBOA, M.B.;

MENEZES-FILHO, N.A. Microeconomia e sociedade no Brasil. Rio de Janeiro: Contra Capa/

FGV/EPGE, 2001. Cap. 12, p. 325-429.

FONSECA, M.G.D. Estudo da competitividade de cadeias integradas no Brasil: cadeia papel e celulose. Campinas, 2003. Disponível em: <http://www.eco.unicamp.br/Neit/cadeias_integradas/sintese_preliminar.pdf>. Acesso em: 11 nov. 2007.

FUKUDA, S; TOYA, H. Conditional Convergence in East Asian Countries: The Role of Exports for

Economic Growth. Discussion Paper, Tokyo: Economic Research Institute, Economic Planning

Agency, n. 57, 1993.

FRAGA, G. J. Análise da indústria de papel e celulose no Brasil. 2011. 143 p. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, 2011.

GILBERT, R.A. Bank market structure and competion: a survey. Journal of Money, Credit and Banking, Ohio, v. 16, n. 4, 1984. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/1992096>. Acesso em: 19 nov. 2009.

GREENE, W. Econometric analysis. 3. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2003. 1026 p.

GUMBAU, M.; MAUDOS, J. Profitability, market structure and efficiency: an application to the Spanish industry. Valencia: Instituto Valenciano de Investigaciones Económicas, 2000. Disponível em: http://www.uv.es/maudosj/publicaciones/ec00-05%20.pdf>. Acesso em: 17 set. 2009.

HAUSMAN, J.A. Specification tests in econometrics. Econometrica, New York, v. 46, n. 6, p. 1251-1271, Nov. 1978. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/1913827>. Acesso em: 23 nov. 2009.

HAY, D.A. The post 1990 Brazilian trade liberalization and the performance of large manufacturing firms: productivity, market share and profits. Rio de Janeiro: IPEA, out. 1997. (Texto para discussão, 523).

HILGEMBERG, E.M.; BACHA, C.J.C. A indústria brasileira de celulose de mercado e as pressões

ambientais. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 33, n. 1, p. 1-38, jan./mar. 2003.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Pesquisa industrial anual.

-2007. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/industria/pia/produtos/produto2002/default.shtm>. Acesso em: 10 jan. 2010.

LEITE, A.L.S. Concentração e desempenho competitivo no complexo industrial de papel e celulose 1987-1996. 1998. 99 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1998.

LI, H.; MCCARTHY, P.; URMANBETOVA, A. Industry consolidation and price-cost margins: evidence from the pulp and paper industry. Georgia: Center for Paper Business and Industry Studies (CPBIS).

Georgia, 2004. Disponível em: <http://www.cpbis.gatech.edu/research/findings/Industry%20

Consolidation%20and%20Price-Cost%20Margins.pdf>. Acesso em: 20 maio 2009.

LIMA, G.B.; TARSO FILHO, P.; NEVES, M.F.; CARVALHO, D.T. Integração e coordenação vertical

na cadeia de papel e celulose: o caso Votorantim (VCP). Ribeirão Preto, 2006. Disponível

em: <http://www.ead.fea.usp.br/Semead/9semead/resultado_semead/trabalhosPDF/143.pd>.

Acesso em: 13 nov. 2007.

LOPES, C.R.A. Análise da indústria de papel e celulose no Brasil. 1998. 142 p. Tese (Mestrado em Administração) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1998.

MAUDOS, J. Market structure and performance in Spanish banking using a direct measure of efficiency. Applied Financial Economics, London, v. 8, n. 2, 1998. Disponível em: <http://www.uv.es/maudosj/publicaciones/afe1998.pdf>. Acesso em: 29 maio 2009.

MENDONÇA, E.C.; LIMA, M.A.M. Market structure and performance in Brazilian manufacturing industry using a direct measure of efficiency. In: SEMINÁRIO DIMAC - INSTITUTO DE PESQUISA EM ECONOMIA APLICADA, 2009, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: IPEA, 2009. p. 1-41.

MENDONÇA, E.C.; REIS, M.S.; MENDONÇA, R.P.A. Fusões e aquisições, concentração industrial

e a eficiência técnica: evidências empíricas para a indústria de transformação brasileira. In:

ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 36., 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro:

ANPEC, 2008. p. 1-20. Disponível em: <http://www.anpec.org.br/encontro2008/

artigos/200807211113060-.pdf>. Acesso em: 13 mar. 2009.

MILLER, R. Market structure and industrial performance: relation of profit rates to concentration. The Journal of Industrial Economics, Chicago, v. 17, n. 2, 1969. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/2097765>. Acesso em: 28 abr. 2009.

MOLYNEUX, P.; FORBES, W. Market structure and performance in European banking. Applied Economics, New York, v. 27, n. 2, p. 155-159, 1995.

NELSON, R.R.; WINTER, S.G. An evolutionary theory of economic change. 1. ed. Cambridge: Harvard University Press, 1982. 437 p.

OHANIAN, N.K. Vertical integration in the U.S. pulp and paper industry, 1900-1940. The Review of Economics and Statistics, Cambridge, v. 76, n. 1, p. 202-207, Feb. 1994. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/pdfplus/2109840.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2007.

PELTZMAN, S. The gains and losses from industrial concentration. Journal of Law and Economics, Chicago, v. 20, n. 2, 1977. Disponível em: http://www.jstor.org/pss/725192>. Acesso em: 29 maio 2009.

PENROSE, E. The growth of the firm. 1. ed. New York: Oxford University Press, 1959. 272 p.

SHEPHERD, W. Tobin´s q and structure performance relationship: reply. The American Economic Review, Pittsburg, v. 74, n. 5, p. 1051-1060, 1984. Disponível em:

jstor.org/stable/pdfplus/561.pdf>. Acesso em: 13 jun. 2009.

SILVA, C.L. Competitividade internacional da indústria de papel de imprimir e escrever brasileira sob a ótica da cadeia de valor. 2002. 270 p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção de Sistemas) – Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2002.

SMIRLOCK, M. Evidence on the (non)relationship between concentration and profitability in banking. Journal of Money, Credit and Banking, Ohio, v. 17, n. 1, 1985. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/1992507>. Acesso em: 28 maio 2009.

SMIRLOCK, M.; GILLIGAN, T.; MARSHALL, W. Tobin´s q and the structure-performance relationship. American Economic Review, Pittsburgh, v. 74, n. 5, 1984. Disponível em: <http://www.jstor.org/stable/1816488>. Acesso em: 28 maio 2009.

TIMME, S.G.; YANG, W.K. On the use of a direct measure of efficiency in testing structure: performance relationships. Georgia: Georgia State University, 1991. p. 31. (Working Paper).

WOOlDRIDGE, J.M.; ROSS, D. Econometric analysis of cross section and panel data. 2. ed. London: The Mit Press Cambridge, 2002. 752 p.

Downloads

Publicado

30-03-2013

Edição

Seção

Artigo

Como Citar

Montebello, A. E. S., & Bacha, C. J. C. (2013). Impactos da reestruturação do setor de celulose e papel no Brasil sobre o desempenho de suas indústrias. Estudos Econômicos (São Paulo), 43(1), 109-137. https://doi.org/10.1590/1980-53574315amcb