Políticas de formação de professores(as) universitários(as) em São Paulo e Catalunha: tendências e desafios

Autores

  • Luciana Leandro da Silva Universidade Federal de Campina Grande

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701158662

Resumo

Em um cenário de intensas mudanças na educação superior e o consequente aumento do interesse pela formação de professores, a presente pesquisa se propõe a caracterizar as tendências que afetam as políticas de formação de professores(as) universitários(as) vigentes em universidades paulistas e catalãs com relação às diretrizes e recomendações internacionais e regionais nesse âmbito. A metodologia, baseada na complementariedade entre os enfoques qualitativo e quantitativo, consistiu no emprego de análise documental, entrevistas com responsáveis e especialistas, questionários e grupos focais. A análise das informações recolhidas e a comparação das iniciativas de formação de docentes universitários nesses dois contextos mostrou que a formação docente tem sido impulsionada pelas reformas educativas vigentes, especialmente apoiadas na ideia de harmonização e construção de espaços comuns de educação superior, as quais, por um lado, provocam processos de reorientação curricular em nome da qualidade, mas, por outro, amparam-se na responsabilização dos docentes pelos resultados dos estudantes e na precarização da profissão, por meio do aumento das demandas, diminuição do financiamento público e fragmentação das atividades de pesquisa e ensino. A formação, como campo em disputa, apresenta-se tanto como estratégia de adaptação, quanto de impulso à dimensão didático-pedagógica e de profissionalização da docência universitária. Ante esses resultados, colocam-se alguns desafios como superar o reconhecimento desigual em relação à pesquisa e ao ensino, considerar as determinações do trabalho docente e ir além das necessidades imediatas do mercado de trabalho, transcendendo o paradigma técnico-instrumental das reformas neoliberais vigentes e fazendo da formação uma possibilidade de contribuir para a profissionalização docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-03-01

Como Citar

Silva, L. L. da. (2017). Políticas de formação de professores(as) universitários(as) em São Paulo e Catalunha: tendências e desafios. Educação E Pesquisa, 43(1), 113-126. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701158662

Edição

Seção

Artigos