Escola do campo: relação entre conhecimentos, saberes e culturas

Autores

  • Isaura Isabel Conte Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Marlene Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1517-9702201707160785

Palavras-chave:

Ensino, Culturas, Conhecimentos, Escola do campo

Resumo

Este artigo trata da relação entre os conhecimentos programáticos com os saberes acumulados nas práticas de trabalho e as culturas de comunidades camponesas, no ensino realizado pela Escola José de Lima Barros, no município de Nossa Senhora do Livramento/MT. Busca evidenciar a maneira como se dá o entrelaçamento dos diversos saberes, culturas e conhecimentos, considerando a especificidade da educação do campo. Tem por base a pesquisa realizada durante o desenvolvimento de estágio pós-doutoral e como metodologia adota a observação participante, envolvendo diretamente seis educandos do ensino médio e quatro docentes, entre estes, o coordenador pedagógico e a diretora. Observações efetuadas na escola foram registradas em diário de campo. Fazendo parte das observações dos sujeitos, as entrevistas gravadas e transcritas seguiram um roteiro semiestruturado de questões. Mesmo considerando as contradições próprias da sociedade capitalista, destaca-se que a educação efetuada nessa escola do campo consegue relacionar os conteúdos próprios das áreas de conhecimento com as culturas e as experiências de vida e de trabalho das comunidades onde vivem os sujeitos pesquisados. Pertencer ao campo remete ao universo de trabalho, de devoção religiosa e de festa/confraternização das famílias, daí a necessidade de a educação do campo estar articulada a essas referências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-09-01

Como Citar

Conte, I. I., & Ribeiro, M. (2017). Escola do campo: relação entre conhecimentos, saberes e culturas. Educação E Pesquisa, 43(3), 847-862. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201707160785

Edição

Seção

Artigos