A partir de Greimas: formação, atuação e pesquisa em semiótica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2018.144289

Palavras-chave:

Greimas, semiótica, percurso, projeto teórico

Resumo

Como parte das homenagens pelo centenário de nascimento de Algirdas Julien Greimas, o texto retoma um percurso de formação, atuação e pesquisa em semiótica. Busca-se compreender as consequências dessa tomada de posição na constituição de um perfil de pesquisador. A exposição desse percurso, feita de um ponto de vista em que escolhas e acasos são revisitados, é acompanhada por uma reflexão sobre a teoria e sobre um modo de conceber os Estudos de Linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Maria de Sousa, Universidade Federal Fluminense

Docente do Departamento de Ciências da Linguagem da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Referências

Badir, Sémir. 2005. A noção de texto em Hjelmslev. Cadernos de Semiótica Aplicada – CASA [online], volume 3, número 2. Araraquara.

Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/casa/article/view/724/594.

Barros, Diana Luz Pessoa de. 1990. Teoria semiótica do texto. São Paulo: Ática.

Beividas, Waldir; Lopes, Ivã Carlos. 2012. Interdisciplinaridade: triagem e mistura na identidade da Semiótica. In: Portela, Jean Cristtus et al. (org.). Semiótica: identidade e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, p. 33-47.

Fiorin, José Luiz. 2003. O projeto hjelmsleviano e a semiótica francesa. Galáxia, v. 3, n. 5, p. 19-52.

Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/galaxia/article/view/1314. Acesso em 11 julho 2017.

Floch, Jean-Marie. 2001. Alguns conceitos fundamentais em Semiótica geral. Documentos do Centro de Pesquisas Sociossemióticas. São Paulo: CPS PUC-SP.

Floch, Jean-Marie. 1990. Sémiotique, marketing et communication. Sous les signes, les stratégies. Paris : Presses Universitaires de France.

Fontanille, Jacques. 2016. A semiótica hoje: avanços e perspectivas. Estudos Semióticos [online], volume 12, número 2, São Paulo.

Disponível em: http://www.revistas.usp.br/esse/article/view/127608. Acesso em 25 maio 2017.

Fontanille, Jacques. 2015. Formes de vie. Liège : Presses Universitaires de Liège.

Fontanille, Jacques. 2008. Práticas semióticas. In: Diniz, M. L. V. P.; Portela, J. C. (Org.). Semiótica e Mídia. Bauru: UNESP/FAAC, p. 15-74.

Greimas, Algirdas Julien. 1976. Semântica estrutural: pesquisa de método. São Paulo: Cultrix.

Greimas, Algirdas Julien. 1975. Sobre o sentido. Petrópolis: Vozes.

Greimas, Algirdas Julien. 2002. Da imperfeição. São Paulo: Hacker.

Greimas, Algirdas Julien. 2014. Sobre o sentido II: ensaios semióticos. São Paulo: Nankin/Edusp.

Greimas, Algirdas Julien; Courtés, Joseph. 2008. Dicionário de semiótica. São Paulo: Contexto.

Hjelmslev, Louis. 1975. Prolegômenos a uma teoria da linguagem. São Paulo: Perspectiva.

Landowski, Eric. 2017. Com Greimas: interações semióticas. São Paulo: Estação das Letras e Cores.

Silva, Ignacio Assis. 1995. Figurativização e metamorfose: o mito de Narciso. São Paulo: Editora da UNESP.

Teixeira, Lucia. 2014. A pesquisa em semiótica. In: Gonçalves, Adair Vieira; Góis, Marcos Lúcio de Sousa. (Orgs.). Ciências da linguagem: o fazer científico. 1a. ed. Campinas: Mercado de Letras. Volume 2, p. 223-248.

Downloads

Publicado

2018-03-14

Como Citar

Sousa, S. M. de. (2018). A partir de Greimas: formação, atuação e pesquisa em semiótica. Estudos Semióticos, 14(1), 7-11. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2018.144289