SOBRE A IMPORTÂNCIA DA TRANSMISSÃO PARENTAL DO DESEJO PARA A PSICANÁLISE A PARTIR DE UM CASO DE OBESIDADE INFANTIL

Autores

  • Flávia Lana Garcia de Oliveira
  • Vinícius Anciães Darriba

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i2p265-278

Palavras-chave:

psicanálise, família, obesidade, corpo, transmissão parental.

Resumo

Buscamos demonstrar a importância da transmissão parental do desejo na constituição psíquica da criança a partir de Freud e Lacan, apontando para o papel estruturante das funções materna e paterna como transmissores dos operadores simbólicos na regulação do gozo no laço social. Uma situação clínica envolvendo o fenômeno da obesidade infantil nos permite inferir os entraves experimentados por uma criança na subjetivação do seu corpo devido à precariedade simbólica dessas funções. Depreendemos, assim, como uma perturbação discursiva familiar pode repercutir para uma criança em uma significativa fragilização do processo de assunção da diferença sexual e sua inscrição na sucessão geracional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-08-30

Como Citar

Lana Garcia de Oliveira, F., & Darriba, V. A. (2015). SOBRE A IMPORTÂNCIA DA TRANSMISSÃO PARENTAL DO DESEJO PARA A PSICANÁLISE A PARTIR DE UM CASO DE OBESIDADE INFANTIL. Estilos Da Clinica, 20(2), 265-278. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i2p265-278