Implicações da patologia e da hospitalização do bebê ao nascer: a contribuição da psicanálise e de seu método clínico

Autores

  • Liliane Cristina Santos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Ângela Maria Resende Vorcaro Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v21i2p282-301

Palavras-chave:

psicanálise, bebê, internação neonatal, método clínico

Resumo

Este artigo apresenta a súmula de uma pesquisa clínica qualitativa que teve como objetivo investigar as implicações da patologia e da hospitalização do bebê ao nascer. Apresenta uma discussão sobre o bebê nas perspectivas do desenvolvimento e da psicanálise e expõe uma revisão da literatura que concerne às possíveis repercussões da doença e da hospitalização de bebês, na ótica da psicanálise. Em seguida, traz alguns fragmentos das entrevistas realizadas com famílias que vivenciaram a hospitalização neonatal para então discutir sobre contribuições ao tema com base no método clínico e na ética psicanalítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-01

Como Citar

Santos, L. C., & Vorcaro, Ângela M. R. (2016). Implicações da patologia e da hospitalização do bebê ao nascer: a contribuição da psicanálise e de seu método clínico. Estilos Da Clinica, 21(2), 282-301. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v21i2p282-301

Edição

Seção

Artigos