Mito e verdade em freud: como se constrói uma clínica

Autores

  • Aline Vieira Fridman Universidade Federal do Rio de Janeiro; Instituto de Psicologia; Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i1p26-43

Palavras-chave:

mito, psicanálise, antropologia, verdade histórica

Resumo

Nossa proposta tem início na tentativa de circunscrever a definição do mito para Freud, mostrando suas frutíferas teorizações sobre a estrutura das sagas para apráxis analítica. A luz, sobretudo, de Moisés e o Monoteísmo e de Totem e Tabu, seguimos nosso objetivo de mostrar que o mito ocupa um lugar de destaque no campo psicanalítico, e que as vias da obra de Freud nos levaram à conclusão de que o fundador da psicanálise termina por valorizar o modelo das histórias míticas - retrabalhadaspela psicanálise - numa interseção com a sua própria concepção de verdade histórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-01

Como Citar

Fridman, A. V. (2012). Mito e verdade em freud: como se constrói uma clínica. Estilos Da Clinica, 17(1), 26-43. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i1p26-43

Edição

Seção

Dossiê Fundamentos