A prática psicanalítica de Françoise Dolto a partir de seus casos clínicos

Autores

  • Vanessa Tramontin da Soler Universidade Federal do Paraná
  • Leda Mariza Fischer Bernardino Pontifícia Universidade Católica do Paraná; Faculdade de Psicologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i2p206-227

Palavras-chave:

psicanálise com crianças, Françoise Dolto, transferência, interpretação, trabalho com pais

Resumo

Este artigo se embasa no trabalho e teoria de Françoise Dolto. Tivemos como objetivos compreender os pressupostos básicos de sua teoria; caracterizar as intervenções do psicanalista na análise com crianças; e exemplificar seu método através do recorte das principais intervenções realizadas no Caso Dominique e no caso Bernadette. Como resultado, constatamos que Dolto trabalhava com maestria o fenômeno da transferência e as situações de interpretação; providenciava a oferta de recursos adequados à condição da criança; conduzia o trabalho com os pais permitindo a efetivação do sentimento de confiança neles, em aderirem ao tratamento analítico de seus filhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-01

Como Citar

Soler, V. T. da, & Bernardino, L. M. F. (2012). A prática psicanalítica de Françoise Dolto a partir de seus casos clínicos. Estilos Da Clinica, 17(2), 206-227. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i2p206-227

Edição

Seção

Dossiê: A Clínica Psicanalítica com Crianças: Desafios e Resultados