Psicanálise e educação: desafios e perspectivas

Autores

  • Luiza Mendes Rubim Universidade Federal do Rio de Janeiro; Programa de Pós-Graduação em Psicologia
  • Vera Lopes Besset Universidade Federal do Rio de Janeiro; Programa de Pós-Graduação em Psicologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v12i23p36-55

Palavras-chave:

Psicanálise, Educação, Intervenção, Espaço de conversação

Resumo

Neste texto propomos-nos a investigar a interseção psican álise e educação com o intuito de abordar um uso poss ível da psicanálise em escolas. Para tal, partimos de uma premissa, construída a partir da prática, de que a psicanálise se apresenta como um meio particular de dar tratamento ao real em jogo na educação, na atualidade. Ao se ofertar um espaço no qual os educadores, pais e alunos possam falar sobre suas experi ências, inquietações e angústias, entendido como um espaço de conversação, acreditamos que os envolvidos podem vislumbrar soluções inéditas para os impasses inerentes à educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-01

Como Citar

Rubim, L. M., & Besset, V. L. (2007). Psicanálise e educação: desafios e perspectivas. Estilos Da Clinica, 12(23), 36-55. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v12i23p36-55

Edição

Seção

Dossiê: Terapêutica e Estílos da Clínica