Emergência de juntores contrastivos na história do português: contextos, polissemia e subjetivização. Filologia e Linguística Portuguesa, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 263–299, 2016. DOI: 10.11606/issn.2176-9419.v18i2p263-299. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/flp/article/view/113070.. Acesso em: 23 jun. 2024.