LabSAMPA – Cooperação científica e tecnológica entre a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e o Dipartimento di Architettura dell’Università degli Studi di Firenze para a documentação da arquitetura histórica de São Paulo.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/gtp.v16i3.174890

Palavras-chave:

Cooperação scientífica, Tecnologia Laser Scanner 3 d, Levantamento de arquitetura, História da urbanização

Resumo

Desde 2017 a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e o Dipartimento di Architettura da Università degli Studi di Firenze desenvolvem um projeto de cooperação didática e científica com uso de tecnologia laser scanner 3D para a elaboração de documentação histórica do patrimônio arquitetônico no centro de São Paulo. O projeto levou à realização de laboratórios teórico-práticos e à criação de uma disciplina optativa de graduação voltada para a inserção dos resultados da cooperação acadêmica dentro da oferta formativa das duas instituições. A iniciativa, com a participação de uma equipe italiana e de uma brasileira, formadas por docentes, pesquisadores e alunos de graduação e de pós-graduação, já auxilia a produção de trabalhos finais de graduação e de pesquisas de mestrado e doutorado nas duas instituições. Neste texto serão apresentados três casos de estudo de edifícios históricos do centro de São Paulo, que foram objetos dos laboratórios: o Edifício Baraúna, na Avenida São João, a Sucursal do Grande Hotel no Largo do Café, o Solar da Marquesa de Santos, sede do Museu da Cidade de São Paulo, na Rua Roberto Simonsen. Por meio de levantamento realizado com tecnologia laser scanner 3 D, integrado com método fotogramétrico e métrico manual, foi possível implementar uma metodologia de documentação histórica capaz de contribuir para a abertura de novas perspectivas historiográficas e servir como subsídio para o estúdio e o planejamento de ações de preservação, restauro e reutilização do patrimônio edificado.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALAMBERT, Clara Correia d '. O tijolo nas edificações paulistas do século XIX. San Paolo: Mestre FAUUSP, 1993.

AMERICANO, Jorge. (2004). São Paulo nasceu na época (1895-1915). São Paulo: Carrrenho Editorial; Narrativa Um; Carbono 14.

BARBUY, Heloisa. A Cidade - Exposição. Comércio e cosmopolitismo em São Paulo, 1860-1914. São Paulo: EDUSP, 2006.

BUENO, Beatriz Piccolotto Siqueira. A cidade como negócio: mercado imobiliário, projetos e processo produtivo do centro antigo de São Paulo do século XIX à lei do arrendamento (1809-1942). São Paulo: Tese de Ensino Gratuita da FAUUSP, 2018.

BUENO, Beatriz Piccolotto Siqueira. São Paulo: um novo olhar para a história: a evolução do comércio varejista e as transformações da vida urbana. [Sl: sn], 2012.

CORONA, Eduardo; LEMOS, Carlos Alberto Cerqueira. Dicionário Brasileiro de Arquitetura. [Ps: sn], 1989.

DA COSTA, Cacilda Teixeira. Sonho e técnica: Arquitetura do Ferro no Brasil. São Paulo: EDUSP, 2001.

KÜHL, Beatriz Mugayar. Arquitetura do ferro e arquitetura ferroviária em São Paulo: reflexões para sua conservação. São Paulo: FAPESP, 1998.

LEFEVRE, José Eduardo de A. (2006). De beco em avenida. A história da Rua São Luiz. São Paulo: EDUSP.

LEFEVRE, José Eduardo de A. (2003). Desafios das áreas centrais da cidade de São Paulo: ou caso da Avenida São João. LISBOA: Laboratório de Engenharia Civil.

LEMOS, Carlos Alberto Cerqueira. O álbum de Afonso. A reforma de São Paulo. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2001.

LEFEVRE, José Eduardo de A. Alvenaria burguesa: uma breve história da arquitetura residencial de tijolos em São Paulo a partir do ciclo econômico do café. [Ps: sn], 1985.

LEFEVRE, José Eduardo de A. (2016). Como nasceram como cidades brasileiras . São Paulo: Nobel.

LEFEVRE, José Eduardo de A. (1989). Alvenaria Burguesa. São Paulo: Nobel.

LEFEVRE, José Eduardo de A. (1979). Arquitetura brasileira. São Paulo: Melhoramentos / Edusp.

LEFEVRE, José Eduardo de A. A casa da marquesa de Santos em São Paulo. São Paulo, Institutos de Estudos Brasileiros, 1968.

Mello, Joana. Ricardo Severo: da arqueologia portuguesa à arquitetura brasileira. São Paulo: Annablume -Fapesp, 2007.

NOBLE, André; VALENTIN, Jailson. Elementos funcionais e ornamentais das fachadas ecléticas do Pelotan: 1970-1931. Emplastros. Santa Catarina: Centro de Artes da UFPEL.

PETRELLA, Yara Lígia MM; PINHEIRO, Maria Lucia Bressan. Museu Paulista: edifício que utiliza técnicas tradicionais de construção em alvenaria. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: <https://teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16133/tde-11112010-153603/pt-br.php>.

PINHEIRO, Maria Lúcia Bressan . Neocolonial, Modernismo e Preservação do Patrimônio no Debate Cultural dos Anos 1920 no Brasil . São Paulo: EDUSP / Fapesp, 2011.

REIS FILHO, Nestor Goulart. San Paolo Vila Cidade Metrópole. São Paulo: Takano Editora Gráfica, 2004.

ROCHA, Alexandre. A Casa de no. 3 da antiga Rua do Carmo – São Paulo – SP. IV Curso de Especialização em Conservação e Restauração de Monumentos e Conjuntos Históricos, Convênio FNPM/SPHAN/UFBA, nov. 1981/jun.1982.

SALMONI, Anita. DEBENEDETTI, Emma. Arquitetura italiana em São Paulo. San Paolo: Perspectiva. 1981.

SEGAWA, Hugo Massaki. Enquadramento da arquitetura no Brasil. San Paolo: Perspectiva, 1995.

SEGAWA, Hugo Massaki. (2002). Arquiteturas no Brasil 1900-1990 . São Paulo: EDUSP, 2 anos . edição.

SEGAWA, Hugo Massaki. (2004). Prelúdio de Metrópole. São Paulo: Editorial Ateliê.

SEGAWA, Hugo Massaki. (1979). Alguns aspectos da arquitetura e do urbanismo em São Paulo na passagem do século . São Paulo: FAU-USP.

TOLEDO, Benedito Lima de. (1996). Prestes Maia está nas origens do urbanismo moderno em São Paulo . São Paulo: Empresa das Artes.

TOLEDO, Benedito Lima de. . (1989). Anhangabahú. São Paulo: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

TOLEDO, Benedito Lima de. . (1981). São Paulo: três cidades em um século. São Paulo: Duas Cidades.

SANTOS, Regina Helena Vieira. Rua São Bento: um fragmento da cidade de São Paulo que registra as transformações e persistências na paisagem urbana. São Paulo: tese de graduação da FAUUSP, 2008.

TOLEDO, Benedito Lima de. . Rua São João: a avenida São Paulo da Primeira República (1889-1930). San Paolo: Tese de Doutorado da FAUUSP, 2017.

SUMMERSON, John Newenham. Linguagem clássica da arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

Downloads

Publicado

2021-08-23

Como Citar

Migliaccio, L., Bertocci, S., Bueno, B. P. S., Santos, R. H. V., & Martins, R. M. de A. (2021). LabSAMPA – Cooperação científica e tecnológica entre a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e o Dipartimento di Architettura dell’Università degli Studi di Firenze para a documentação da arquitetura histórica de São Paulo. Gestão & Tecnologia De Projetos, 16(3). https://doi.org/10.11606/gtp.v16i3.174890

Dados de financiamento