“Estamos trocando o pneu com o carro andando": educação escolar e ensino de história no meio rural em São Luiz do Paraitinga (SP) durante uma pandemia

Autores

  • Laís Aparecida Faria Charleaux Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2022.177344

Palavras-chave:

COVID-19, Educação Escolar Rural, Educação remota, Ensino de História, Cultura escolar

Resumo

O presente artigo analisa os impactos da pandemia do COVID-19 no ensino e na educação destinado aos alunos moradores da zona rural da cidade de São Luiz do Paraitinga, localizada no interior de São Paulo, na região do Vale do Paraíba. Com o isolamento social, as escolas adotaram o ensino remoto como estratégia para dar continuidade ao aprendizado. Entretanto, essa nova forma apresenta grandes dificuldades sobre as quais apresentamos uma reflexão neste texto. Para investigar tal situação utilizou-se como fonte documental entrevistas realizadas com três professoras de História que atuam no município, as quais permitiram uma breve análise das estratégias usadas pelas escolas para ultrapassar algumas das adversidades impostas pelo contexto, principalmente no âmbito do ensino de História.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTONIO, Clésio Aclino e MARIZETE, Lucini. Ensinar e aprender na educação do campo: processos históricos e pedagógicos em relação. Cad. Cedes, Campinas, vol. 27, n. 72, maio/ago. 2007, p. 177-195.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O trabalho de saber: cultura camponesa e escola rural. Porto Alegre: Sulina, 1999.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 5 Out. 1988. Disponível em: . Acesso em: 27 Out. 2020.

ESCOLANO, Agustín. Arquitetura como programa. In: VIÑAO, Antonio e ESCOLANO, A. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura escolar como programa. RJ: DP&A, 1998.

IBGE. Censo Demográfico. 2010. Disponível em: . Acesso em: 27 Out. 2020.

IBGE. Censo Demográfico. 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 Out. 2020.

LE GOFF, Jacques, Documento/Monumento. In: História e memória. Tradução de Bernardo Leitão. Campinas: Editora da UNICAMP, 1990.

MARTINELLO, André. Trabalho em Carlos Rodrigues Brandão - aproximações com E. P. Thompson. Encontro da ANPUH-SC, Simpósio 1, Trabalho 2. Florianópolis, 2013.

MARTINELLO, A. Resenha: “O trabalho de saber: cultura camponesa e escola rural.”, de Carlos Brandão. Campo-Território: Revista de Geografia Agrária, v.3, n. 5, p. 291-295, 2008.

PORTELLI, Alessandro. História Oral como gênero. Projeto História, n.22, p.9-36, 2001.

PORTELLI, A. O que faz a história oral diferente. Projeto História, n. 14, p.25-39, 1997.

VIÑAO FRAGO, Antonio. As culturas escolares. In: Sistemas educativos, culturas escolares e reformas. Portugal, Mangualde: Edições Pedago, 2007.

VINCENT, Guy; LAHIRE, Bernard e THIN, Daniel. Sobre a história e a teoria da forma escolar. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 33, jun. 2001.

FONTES

GABOS, Marina. Entrevista concedida à Laís Charleaux, em 24 Ago. 2020. (55 min.)

NARDI, Leda. Entrevista concedida à Laís Charleaux, em 26 Ago. 2020. (70 min.)

SEVERIANO, Erika. Entrevista concedida à Laís Charleaux, em 26 Ago. 2020. (92 min.)

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE SÃO LUIZ DO PARAITINGA. “Questionário de pesquisa sobre as escolas e os alunos”, concedido à Laís Charleaux, em 2 Set. 2020.

Downloads

Publicado

2022-04-27

Como Citar

Charleaux, L. A. F. (2022). “Estamos trocando o pneu com o carro andando": educação escolar e ensino de história no meio rural em São Luiz do Paraitinga (SP) durante uma pandemia. Humanidades Em diálogo, 11, 156-170. https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2022.177344

Edição

Seção

Academia