Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

Diretrizes para Autores

1. Escopo e política editorial

 A Revista Leviathan – cadernos de pesquisa política publica artigos, notas de pesquisa, notas metodológicas, resenhas e traduções relacionadas às áreas editoriais da revista (Instituições Políticas, Política Comparada e Políticas Públicas; Teoria Política, Pensamento Político e Social Brasileiro e Latino-americano, Relações Internacionais, Metodologia e Epistemologia da Ciência Política,), adotando diferentes perspectivas teóricas e metodológicas e que tenham em comum o compromisso com o rigor intelectual e a capacidade de estimular a pesquisa na área da Ciência Política em particular e das Ciências Sociais em geral.

A publicação de artigos está condicionada ao parecer de especialistas e aceitação das Editoras-chefes e das Editoras de área.  Os manuscritos devem ser originais e não devem ser submetidos à apreciação de nenhum outro veículo. A Revista aceita para a publicação manuscritos lançados anteriormente em formato preprint e apresentados em eventos acadêmicos, sendo necessária a notificação aos editores no momento da submissão. A publicação de resenhas está condicionada à análise das editoras de áreas e de uma parecerista anônima.

 

A Revista Leviathan – cadernos de pesquisa política adota uma avaliação cega (double blind peer review). A Revista solicita a avaliação de, no mínimo, duas pareceristas antes de tomar uma decisão sobre a publicação. Com base nos critérios acima elencados, os trabalhos podem ser “aceitos sem modificações”, “aceito com modificações”, “convidadas a ressubmissão com grandes modificações” ou “rejeitados”. No caso de rejeição, há a possibilidade de ressubmissão posterior, desde que sejam feitas mudanças importantes no texto tendo em vista, por exemplo, os pareceres anteriormente emitidos. Serão aceitos trabalhos escritos em português, inglês e espanhol.

A Revista lançará mão de, pelo menos, dois pareceres em regime double blind peer review. Caso os resultados sejam discrepantes, utilizaremos de, ao menos, outro parecer duplo-cego para avaliação integral do trabalho enviado. Ademais, ressaltamos que a revista sempre busca pareceristas com titulação igual ou maior das proponentes de trabalhos, seguindo práticas do campo editorial. O fluxograma com a tramitação editorial adotada na Revista pode ser consultado em: https://www.revistas.usp.br/leviathan/about

As pareceristas têm direito a certificados pelos trabalhos feitos. Não haverá nenhuma forma de remuneração sendo a colaboração das pareceristas voluntária.

 

A titulação mínima para envio de artigos para revista é de mestranda. No caso de graduandas ou graduados, a coautoria deve ser com, no mínimo, uma mestranda. Outros casos serão analisados pelo corpo editorial. Porém, deixamos claro que isso pode ser um impeditivo para continuidade do processo editorial.      

  

2. Política de acesso livre

Este periódico oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização universal do conhecimento.

 

3. Diretrizes éticas

A Revista Leviathan – cadernos de pesquisa política está comprometida com as normas definidas pela Comissão de Integridade na Atividade Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (http: //www.cnpq.br/web/guest/diretrizes) e também orienta-se por instruções de ética na publicação do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/). À vista deste conjunto de normas e instruções, as(os) editoras(es) agem para impedir irregularidades e comportamento antiético na publicação de artigos, com atenção especial na coibição do plágio. A revista, deste modo, lançará mão de plataformas para conferência de similaridade textual, como a Oxsico (https://www.oxsico.com/) e a Turnitin (https://www.turnitin.com/). É preciso frisar que os casos de autoplágio só valem, em nossa publicação, para os casos em que o trabalho já fora publicado em forma de artigo em outra revista e não em anais de congresso ou outras maneiras de disponibilização preprint.

 

4. Declaração de Direito Autoral 

Autores(as) que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  1. Autores(as) mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação.
  1. Autores(as) têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta Revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), desde que com reconhecimento de autoria e publicação inicial na Revista Leviathan.
  1. Autores(as) têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

 

5. Forma e preparação de manuscritos

 O nome da autora não deverá constar no corpo do texto submetido e nem nas informações nas propriedades do documento – informações sobre este depoimento podem ser encontradas neste link:https://support.office.com/pt-br/article/remover-dados-ocultos-e-informa%C3%A7%C3%B5es-pessoais-por-meio-da-inspe%C3%A7%C3%A3o-de-documentos-apresenta%C3%A7%C3%B5es-ou-pastas-de-trabalho-356b7b5d-77af-44fe-a07f-9aa4d085966f – de forma a garantir o anonimato das(os) autoras(es) e pareceristas no processo de avaliação.

 

Artigos – Devem ser escritos em Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e margens de 2,5 cm. Devem ter entre 18 e 35 páginas, incluindo quadros, tabelas, gráficos, figuras e referências bibliográficas e devem conter, nessa ordem: a) título em português; b) resumo em português com no máximo 15 linhas, contendo tema, objetivo(s), hipótese(s) e conclusõe(s) ; c) entre 3 (mínimo) ou 6 (máximo) palavras-chave; d) título em inglês; resumo em inglês com no máximo 15 linhas; e) entre 3 (mínimo) ou 6 (máximo) palavras-chave em inglês; f) texto do artigo; g) referências bibliográficas. A estrutura do artigo deve conter, mesmo que com subdivisões distintas e numerosas: i) introdução; ii) desenvolvimento e iii) conclusão e resultados. O número máximo de elementos flutuantes (tabelas, gráficos, imagens, gravuras etc.) deverá ser de 8 (oito) elementos. Caso o texto seja em espanhol ou inglês, um dos resumos enviados deve estar em português.

 

Notas de pesquisa e revisão de software (está seção inclui apresentação de fontes e documentos de interesse para as Ciências Sociais; notas de pesquisa em andamento; ensaios; balanço bibliográficos de temas e questões envolvendo estudos políticos e revisões de softwares): Devem ser escritos em Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e margens de 2,5 cm. Devem ter no máximo 15 páginas, incluindo quadros, referências e figuras e devem conter, nessa ordem: a) título em português; b) resumo em português com no máximo 15 linhas; c) entre 3 (mínimo) ou 6 (máximo) palavras-chave; d) título em inglês; resumo em inglês com no máximo 15 linhas; e) entre 3 (mínimo) ou 6 (máximo) palavras-chave em inglês; f) texto do artigo; g) referências bibliográficas. O número máximo de elementos flutuantes (tabelas, gráficos, imagens, gravuras etc.) deverá ser de 8 (oito) elementos. Caso o texto seja em espanhol ou inglês, um dos resumos enviados deve estar em português.

Resenhas - Serão aceitas resenhas de livros publicados há 36 meses no Brasil e 60 meses no exterior. As resenhas não poderão ter um caráter meramente descritivo do trabalho, no sentido de que deve contar com uma análise crítica do conteúdo e uma contextualização nos debates em que a produção está envolvida.  Deverá ter no máximo 10 páginas em fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e margens 2,5 cm e conter a referência completa da obra resenhada ao começo do texto. O número máximo de elementos flutuantes (tabelas, gráficos, imagens, gravuras etc.) deverá ser de 3 (três) (três) elementos.

Entrevistas – Via de regra, as propostas de entrevistas virão das editoras da revista e das editoras convidadas dos dossiês. Para os demais casos, antes da entrevista ser efetivamente feita, uma proposta deverá ser enviada para o corpo editorial que fará uma análise rigorosa do proposto e serão analisadas adequações de ordem editorial, temática, profissional e institucional.

Traduções – as traduções serão oriundas tanto de fluxo contínuo, quanto de demandas das editoras da revista e das editoras convidas. É de responsabilidade de tradutora obter a possibilidade legal de tradução do texto em questão. Lembramos que a Revista não tem verbas para nenhum trabalho editorial e de revisão. As traduções serão analisadas pelas editoras de área e passarão por análise rigorosa. A revista também poderá indicar, em diálogo com a proponente, pessoas para contribuir no processo de tradução e revisão do trabalho.

 

Referências bibliográficas - As referências bibliográficas devem ser elaboradas de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT, NBR-6023/2018). No corpo do texto, elas devem ser identificadas entre parênteses, de acordo com o seguinte modelo: 

(SOBRENOME do autor, data) ou (SOBRENOME do autor, data, página). Ex.: (HOBBES, 2008) ou (HOBBES, 2008, p. 182). Diferentes títulos do mesmo autor publicados no mesmo ano serão identificados por uma letra após a data. Ex.: (SCHWARZ, 2012a), (SCHWARZ, 2012b).

Em caso de mais de um autor, separar os nomes com ponto e vírgula. Ex.: (ARRUZZA; BHATTACHARYA; FRASER, 2019).

Os textos devem ser submetidos via sistema no site da Revista Leviathan – cadernos de pesquisa política, em arquivo com extensão “.doc” ou “.docx”. Quadros, mapas, tabelas etc. devem ser enviados no corpo do texto. Imagens e/ou figuras e/ou fotografias devem ser enviadas em formato jpeg ou png, resolução 300 dpi ou na melhor resolução possível. A responsabilidade pelos direitos autorais de reprodução ficará a cargo do(a) autor(a).

Ao final do texto, as referências bibliográficas devem ser listadas em ordem alfabética:

Livro: SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: nome da editora e data da publicação.

Exemplo: MARX, Karl. Crítica da filosofia do direito de Hegel. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2010

Capítulo em coletânea: SOBRENOME, Nome. Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome (abreviado) do(s) organizador(es). (org.). Título da coletânea em negrito: subtítulo. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: nome da editora, data da publicação. páginas.

Exemplo: MARQUES, Eduardo. Como estudar as políticas do urbano?. In: MARQUES, E. (org.). As políticas do urbano em São Paulo. São Paulo: Editora UNESP; Centro de Estudos da Metrópole, 2018. p.13-45.

Artigo em periódico: SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Nome do Periódico em Negrito: subtítulo, volume, número do periódico, local, intervalo de páginas do artigo, ano.

Exemplo: LIMONGI, Fernando. Eleições e democracia no Brasil: Victor Nunes Leal e a transição de 1945. Dados: Revista de Ciências Sociais, 2012, Rio de Janeiro, v. 55, n.1, p. 37-69.

Dissertações e teses: SOBRENOME, Nome. Título da dissertação/tese em negrito: subtítulo. Dissertação (Mestrado em área do conhecimento) ou Tese (Doutorado em área do conhecimento). Local, Instituição em que foi apresentada, cidade, ano.

Exemplo:  NICOLETE, Roberta Kelly Soromenho. De Reims a Varennes: as linguagens da autoridade política na França revolucionária. 2017. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

Internet (documentos eletrônicos): SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo. Local e editora (se houver), ano. Disponível em: Indicação da URL. Acesso em: dia mês abreviado. ano.

Exemplo: BARRETO, Afonso Henrique de Lima. Marginália. São Paulo: Biblioteca virtual do estudante brasileiro, [S.d.]. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=1862Acesso em: 20 maio 2020.

______________________________________________________________________________________________________________

Atenção: Os artigos submetidos que não se adequam aos padrões bibliográficos e de formatação não serão avaliados, sendo rejeitados na etapa de desk review.

______________________________________________________________________________________________________________

Metodologia Política e Teoria Formal

A seção de metodologia política e teoria formal busca publicar trabalhos em teoria formal e metodologia quantitativa, qualitativa e mista. Mais do que isso, a seção procura contribuir para o estado da arte dos estudos metodológicos na Ciência Política e áreas correlatas.

Teoria Política

O espaço dedicado à Teoria Política em Leviathan é plural e aberto para trabalhos das mais diversas abordagens, temas e questões políticas. Assim, tanto trabalhos dentro das fronteiras disciplinares da Ciência Política, como esforços interdisciplinares e de caráter humanístico serão bem-vindos. A sessão de Teoria Política aceitará artigos, resenhas e traduções que sigam critérios de rigor, excelência e originalidade e que contribuam para o debate acadêmico. Tendo como principal motivação colaborar para a construção de uma revista de pós-graduandos(as) relevante em aspectos intelectuais e acadêmicos, mas também atenta ao debate público.

Relações Internacionais

A Seção Relações Internacionais da Leviathan tem como objetivo a divulgação de trabalhos acadêmicos de distintas matrizes epistemológicas e metodológicas. A Revista busca contribuir para o crescimento e desenvolvimento da área de relações internacionais de uma maneira plural e consistente, em sintonia com o avanço científico da mesma.

Resenhas/Softwares

Nesta seção serão recebidos artigos de no máximo 10000 caracteres contendo:

  1. Resenhas de livros de Ciência Política e áreas afins lançados nos ultimos cinco anos.
  2. Resenhas de softwares e/ou bancos de dados recentes que podem ser úteis para a Ciência Política.

Os trabalhos enviados a esta seção serão avaliados por somente um parecerista.

Instituições Políticas, Políticas Públicas e Política Comparada

A Seção de "Instituições Políticas, Políticas Públicas e Política Comparada" de Leviathan tem como objetivo central a divulgação e a circulação de trabalhos originais sobre os poderes políticos, as instituições políticas e os processos governamentais. Além de compreender o estudo dos partidos e das eleições, bem como o campo de análise das políticas públicas. Pesquisas comparadas serão especialmente bem-vindas. Aqui, valoriza-se o debate amplo e plural, e exige-se rigor acadêmico na construção teórica e empírica das análises.

Notas de Pesquisa em Andamento

Nesta seção os leitores são encorajados a enviar uma pequena descrição dos trabalhos que estão desenvolvendo, com o intuito de permitir a troca de experiencias entre pesquisadores de mesma área.

Os trabalhos enviados à esta seção deverão conter no máximo 7500 caracteres e devem ser originais.

Pensamento político e social brasileiro e latino-americano

A seção dedicada ao pensamento político e social brasileiro e latino-americano pretende reunir artigos, resenhas e traduções que contribuam, de forma plural, para o aprofundamento dos estudos da área de pesquisa acima referida.

Para tanto, são desejados artigos que situem com clareza seus referenciais teóricos e metodológicos, contribuindo para o debate acadêmico e crítico. O resultado, espera-se, será a construção de uma revista de pós-graduandas(os) a qual preze pela relevância intelectual, acadêmica e político-emancipatória. 

Dossiê "Crise na América Latina: entre o passado e o futuro"

A América Latina tem passado por um momento de transição política. Depois da onda de governos de esquerda, o quadro parece estar se alterando, como revelam, para ficarmos em poucos exemplos, os casos de Argentina, Brasil e as tensões na Venezuela. Esse momento, via de regra marcado pela ideia de crise, talvez seja especialmente propício para a retomada de reflexões clássicas dos pensadores que interpretaram a realidade latino-americana; pois, como é costumeiro na história política do subcontinente, muitos de seus processos de mudanças acabam por repor antigas estruturas de dominação.

Ademais, nessa sua retomada, a Leviathan passará a contar com uma área de sua revista para a publicação, divulgação e debate sobre o pensamento político latino-americano. Conjugando-se, então, o momento político e o novo momento de nossa revista, convidamos as pesquisadoras e pesquisadores da área para enviarem seus textos para o dossiê Crise na América Latina: entre o passado e o futuro.  Em especial, serão valorizados trabalhos que:

1)      investiguem abordagens teórico-metodológica, de modo que consiga tratar das conexões entre os trabalhos de pensamento político e social brasileiro e latino-americano com as dimensões da teoria política e crítica e das idiossincrasias dos instrumentos metodológicos e teóricos destas áreas;

2)      estudem a relação entre ideologias e política, de modo que sejam voltados para os estudos sobre as correntes e linhagens do pensamento político e social brasileiro e latino-americano, ao modo do marxismo, radicalismo, catolicismo, conservadorismo, populismo, liberalismo, positivismo, socialismo etc;

3)      tratem de temas clássicos e contemporâneos no pensamento político do subcontinente, à maneira do nacionalismo e formação da nação, subdesenvolvimento, desenvolvimento e dependência, imperialismo, questão agrária, formação social e de classes, desencontro entre ideias e meio material, capitalismo periférico, feminismo latino-americano etc;

4)      analisem as trajetórias políticas de intelectuais nacionais e latino-americanos.

A revista Leviathan é editada por discentes do Programa de Pós-Graduação em Ciência (PPGCP) da Universidade de São Paulo (USP). Os trabalhos devem ser inéditos e podem ser submetidos em português, espanhol ou inglês, sendo o procedimento de submissão inteiramente eletrônico, realizado na página da revista: https://www.revistas.usp.br/leviathan/index

Além de artigos direcionados para o dossiê, a Revista Leviathan continua em fluxo contínuo para submissões de temática livre.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.