A construção do inquietante nos contos de Frederico Toscano

Autores

  • André de Sena Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9826.literartes.2021.187816

Palavras-chave:

Frederico Toscano, Contos de horror, Inquietante

Resumo

O presente artigo visa analisar os efeitos inquietantes que se modalizam nas narrativas de horror do escritor brasileiro Frederico Toscano, a partir dos contos publicados em seu primeiro livro de ficção, Carapaça escura (2019), ao tempo que busca compreender as particularidades contemporâneas dessa mesma escrita imaginativa em diálogo com subgêneros e modos de séculos anteriores (o gótico setecentista, o fantástico e o horror dos séculos XIX e XX, com destaque para este último).

Biografia do Autor

André de Sena, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em literatura. Professor do Departamento de Letras da Universidade Federal de Pernambuco. 

Referências

CARROLL, Noël. A filosofia do horror ou os paradoxos do coração. Campinas: Papirus, 1999.

FREYRE, Gilberto. Assombrações do Recife velho. Rio de Janeiro: Condé, 1955.

FURTADO, Filipe. A construção do fantástico na narrativa. Lisboa: Horizonte, 1980.

GRIZ, Jayme. O lobishomem da porteira velha. Recife: Arquivo Público Estadual, 1956.

GRIZ, Jayme. O cara de fogo. Recife: Museu do Açúcar, 1969.

JOLLES, André. Formas simples. São Paulo: Cultrix, 1976.

LOVECRAFT, H. P. O templo. In: Contos reunidos do mestre do horror cósmico. São Paulo: Ex Machina, 2017, p. 265-275.

TODOROV, Tzvetan. Introdução à literatura fantástica. 3 ed. São Paulo: Perspectiva, 2007.

TOSCANO, Frederico. Carapaça escura. São Paulo: Patuá, 2019.

VILELA, Joaquim Maria Carneiro. O esqueleto: crônica fantástica de Olinda. 3 ed. Recife: Ed. UFPE, 2000.

Downloads

Publicado

2021-12-21

Como Citar

SENA, A. de. A construção do inquietante nos contos de Frederico Toscano . Literartes, [S. l.], v. 1, n. 15, p. 88-107, 2021. DOI: 10.11606/issn.2316-9826.literartes.2021.187816. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/literartes/article/view/187816. Acesso em: 15 ago. 2022.