“Fiel até a morte”: uma análise do passado gótico em A sucessora (1934) e Rebecca (1938)

Autores

  • Ana Paula Santos Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9826.literartes.2022.202761

Palavras-chave:

Literatura comparada, Narrativa, Século XX, Gótico, Gótico feminino

Resumo

O presente artigo procura entender a conexão existente entre A sucessora (1934), de Carolina Nabuco, e Rebecca (1938), de Daphne Du Maurier, para além da suspeita de plágio e, assim, estabelecer ambas as obras como pertencentes à tradição literária do Gótico feminino. Para esse fim, serão utilizados como suporte teórico sobre Gótico literário estudos de David Punter (1996) e Júlio França (2016, 2017), e as considerações de Anne Williams (1995) no que diz respeito à vertente feminina do Gótico. No desenvolvimento deste trabalho, será demonstrado como as narrativas de Nabuco e Du Maurier exploram os efeitos do medo provenientes de um passado gótico, personificado na figura fantasmagórica de uma esposa morta, responsável por colocar em xeque a felicidade matrimonial das personagens femininas de ambas as tramas. Ao fazê-lo, essas escritoras utilizam tanto características formais próprias da ficção gótica – o retorno fantasmagórico do passado – quanto temáticas próprias do Gótico feminino – os casamentos fadados ao fracasso.

Biografia do Autor

Ana Paula Santos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutora em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela Universidade do Estado do Rio de
Janeiro (UERJ).

Referências

A NOITE. Joaquim Nabuco através a palavra laureada de sua filha. Rio de Janeiro, Sábado, 29 de maio de 1937.

ALENCAR, Mauro. Desvelando a intimidade feminina entre o concreto e o imaginário. In: NABUCO, Carolina. A sucessora. São Paulo: Editora Instante, 2018. pp. 4-7.

CARVALHO, Beni. “Carolina Nabuco e Daphne Du Maurier”. In: A noite. Rio de Janeiro, Domingo, 8 de setembro de 1940.

CORREIO DA MANHÃ. As conferências sobre Joaquim Nabuco, realizadas em Recife. Rio de Janeiro, Sábado, 29 de maio de 1937.

CORREIO DA MANHÃ. “‘Rebecca” e ‘A sucessora” – Um plágio sem cerimônias, de que é vítima uma escritora brasileira”. Rio de Janeiro, Domingo, 21 de abril de 1940a.

CORREIO DA MANHÃ. Em torno de “A sucessora”, de Carolina Nabuco, e “Rebecca”, de Du Maurier. Rio de Janeiro, Sexta-feira, 26 de abril de 1940b.

DU MAURIER, Daphne. Rebecca – A mulher inesquecível. Trad. Mariluce Pessoa. Barueri: Amarylis, 2012.

FIEDLER, Leslie. Love and Death in the American Novel. Urbana-Champaign: Dalkey Archive Press, 1960.

FRANÇA, Júlio. “O Gótico e a presença fantasmagórica do passado”. In: Anais eletrônicos do XV encontro ABRALIC. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2016. pp. 2492-2502.

FRANÇA, Júlio. Introdução. In: Poéticas do mal: a literatura do medo no Brasil (1840–1920). Rio de Janeiro: Bonecker, 2017. pp. 19-35.

FREITAS, Bezerra de. “A romancista Daphne Du Maurier e a sentença do juiz Bright”. In: Diário de notícias. Rio de Janeiro, Domingo, 1 de agosto de 1948.

LINS, Álvaro. “Rebecca”, um plágio. In: Correio da manhã. Rio de Janeiro, Sábado, 31 de agosto de 1940.

MALET, Oriel. Letters from Menabilly: Portrait of a Friendship. London: Weidenfeld & Nicolson, 1993.

MODLESKI, Tania. The Women Who Knew Too Much: Hitchcock and Feminist Theory. 3rd ed. New York: Routledge, 2016.

NABUCO, Carolina. A sucessora. São Paulo: Editora Instante, 2018.

PUNTER, David. The Literature of Terror. V. 1. Essex: Longman, 1996.

SANTOS, Ana Paula Araujo dos. A tradição feminina do Gótico: uma descrição de formas e temas nas literaturas brasileira e de língua inglesa. 2022. 189 f. Tese (Doutorado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada) – Instituto de Letras, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2022.

SPAGNOLI, Camila Russo de Almeida. Monteiro Lobato, o leitor. Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto de Estudos Brasileiros, 2014.

TRUFFAUT, François. Hitchcock. New York: Simon and Schuster, 1983.

WILLIAMS, Anne. Art of Darkness: A Poetics of Gothic. Chicago: The University of Chicago Press, 1995.

Downloads

Publicado

2022-12-30

Como Citar

SANTOS, A. P. “Fiel até a morte”: uma análise do passado gótico em A sucessora (1934) e Rebecca (1938). Literartes, [S. l.], v. 1, n. 16, p. 206-222, 2022. DOI: 10.11606/issn.2316-9826.literartes.2022.202761. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/literartes/article/view/202761. Acesso em: 25 fev. 2024.