Algumas Considerações sobre o Desenvolvimento e Popularidade do Culto a Ápis Durante o Período Faraônico

Autores

  • Cássio de Araújo Duarte Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2177-4218.v3i3p70-85

Palavras-chave:

Ápis, Egito Antigo, religião, iconografia, arqueologia.

Resumo

Durante os últimos períodos da civilização faraônica, o touro Ápis se tornou a figura central de um importante culto popular na região menfita, mas que não se restringiu a ela. Desde suas primeiras aparições em artefatos da 1ª dinastia como um animal vinculado aos rituais da realeza, ele ganhou novas representações iconográficas e a função de guia dos mortos. Este artigo objetiva fazer uma breve exposição de como esse culto evoluiu durante o período faraônico tendo como base as fontes iconográficas e textuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cássio de Araújo Duarte, Universidade de São Paulo

Pós-Doutorando em Arqueologia pela Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2012-12-12

Como Citar

Duarte, C. de A. (2012). Algumas Considerações sobre o Desenvolvimento e Popularidade do Culto a Ápis Durante o Período Faraônico. Mare Nostrum, 3(3), 70-85. https://doi.org/10.11606/issn.2177-4218.v3i3p70-85

Edição

Seção

Artigos