O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição deve ser original e inédita, e não ser avaliada concomitantemente para publicação por outra revista.

  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.

  • URLs para as referências foram informadas quando possível.

  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.

  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

  • A titulação mínima exigida para autor de artigos é Graduação completa em Ciências Sociais ou áreas afins.

Diretrizes para Autores

Para a publicação de artigos, resenhas, ensaios fotográficos e entrevistas, a Revista de Antropologia receberá, em qualquer época do ano, contribuições nacionais e internacionais que estejam em concordância com o formato e perfil definidos por sua linha editorial.

Todos os textos devem ser inéditos e apresentar questões de relevância ao debate antropológico contemporâneo.

Serão aceitos para publicação textos em português, em inglês e em espanhol. Textos traduzidos de outras línguas para o português podem também ser publicados em sua versão original ao lado da versão traduzida.

A Revista de Antropologia oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

1. Sobre os artigos

  • Os artigos devem ser inéditos e apresentar resultados de pesquisas originais em diálogo com modelos teórico-metodológicos da antropologia.

  • Devem conter no máximo 10 mil palavras, incluindo notas e referências bibliográficas (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e processador de texto Word).

  • Devem conter resumo (entre 100 e 150 palavras), cinco palavras-chave e título – todos eles em português e em inglês.

  • Uma vez julgados dentro do perfil editorial esperado pela Revista, os originais serão submetidos à avaliação de dois pareceristas. A partir desses pareceres, a Comissão Editorial julgará a viabilidade de sua publicação. Os nomes dos pareceristas permanecerão em sigilo, omitindo-se também os nomes dos autores perante os pareceristas. Além disso, os pareceristas deverão firmar uma declaração de ausência e conflitos de interesse com relação ao artigo avaliado.

  • As notas de fim (e não de rodapé) devem ser numeradas em ordem crescente.

  • As menções a autores, no decorrer do texto, devem ser citadas da seguinte maneira: (sobrenome do autor, data) ou (sobrenome do autor, data: página). Ex.: (Magnani, 1983) ou (Magnani, 1983: 245). Diferentes títulos do mesmo autor, publicados no mesmo ano, serão identificados por uma letra depois da data. Ex.: (Lévi-Strauss, 1967a), (Lévi-Strauss, 1967b).

  • Solicita-se que os autores não encaminhem o mesmo artigo para diferentes revistas acadêmicas.

 

2. Sobre as resenhas e críticas bibliográficas

  • São aceitas resenhas críticas de livros (incluindo traduções de textos inéditos em português – com até três anos de publicação), filmes e exposições que tenham interesse para o debate antropológico.

  • Devem ter um título (em português e em inglês) e conter até 3000 palavras, incluindo notas e referências bibliográficas (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e processador de texto Word).

  • Devem apresentar as ideias gerais do livro, filme e exposição; sua inserção no debate antropológico e uma apreciação crítica de suas contribuições e alcances.

  • A decisão pela publicação da resenha será responsabilidade da Comissão Editorial, que conta com uma Editoria especializada na área de Resenhas Críticas.

  • As notas de fim (e não de rodapé) devem ser numeradas em ordem crescente.

  • As menções a autores, no decorrer do texto, devem ser citadas: (sobrenome do autor, data) ou (sobrenome do autor, data: página). Ex.: (Magnani, 1983) ou (Magnani, 1983: 245). Diferentes títulos do mesmo autor, publicados no mesmo ano, serão identificados por uma letra depois da data. Ex.: (Lévi-Strauss, 1967a), (Lévi-Strauss, 1967b).

  • Solicita-se que os autores não encaminhem a mesma resenha para diferentes revistas acadêmicas.

 

3. Sobre as entrevistas

  • As entrevistas devem ser inéditas, dando destaque a importantes expoentes e debates da antropologia contemporânea.

  • Devem conter no máximo 8 mil palavras, incluindo notas e bibliografia (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 e processador de texto Word).

  • Devem ter título em português e em inglês.

  • A decisão pela publicação da entrevista será responsabilidade da Comissão Editorial.

  • Será publicada apenas uma entrevista por edição.

 

4. Sobre a proposta de dossiês temáticos

  • A Revista de Antropologia aceita a proposta de Dossiês Temáticos, contendo de três a sete artigos tratando de um mesmo tema, precedido de uma Apresentação. O tema do dossiê deve ser de comprovada relevância para o debate antropológico contemporâneo.

  • O aceite da proposta de dossiês temáticos é de responsabilidade da Comissão Editorial. A proposta deve ser enviada contendo as seguintes informações: título e apresentação do dossiê, nome completo e filiação institucional dos organizadores, título e resumo dos artigos, contendo o nome completo e filiação institucional dos autores.

  • Com exceção da Apresentação, assinada pelos proponentes e organizadores do dossiê, os artigos apresentados seguirão os mesmos caminhos dos artigos de balcão (ver item 1).

 

5. Regras para citações bibliográficas

  • Em todos os casos (artigos, resenhas e entrevistas), as referências bibliográficas devem ser apresentadas ao final do texto, obedecendo ao seguinte padrão:
    a) no caso de livro: sobrenome (em caixa alta), nome do autor; [ano da publicação original] ano de publicação citada, título do livro em itálico, local, editora. Ex.:

    STRATHERN, Marilyn
    [1988] 2006 O gênero da dádiva: problemas com mulheres e problemas com sociedade na Melanésia. Campinas, Ed. da Unicamp.

    b) no caso de coletânea: sobrenome (em caixa alta), nome do autor; ano de publicação, título do texto entre aspas, In sobrenome (em caixa alta), nome do organizador (org.), título do livro em itálico, local, editora, página inicial-página final. Ex.:

    VIDAL, Lux
    1992 “Pintura corporal e arte gráfica entre os Kaiapó-Xicrin do Cateté”. In VIDAL, L. (org.), Grafismo indígena: estudos de antropologia estética. São Paulo, Studio Nobel/Fapesp/Edusp, pp. 143-89.

    c) no caso de artigo: sobrenome (em caixa alta), nome do autor; ano de publicação, título do artigo entre aspas, título do periódico em itálico, local, número do periódico, página inicial-página final. Ex.:

    GOLDMAN, Marcio
    2011 “Pierre Clastres ou uma antropologia contra o Estado”. Revista de Antropologia, São Paulo, vol. 54, n. 2, pp. 577-599.

    d) no caso de tese acadêmica: sobrenome (em caixa alta), nome do autor; ano de publicação, título da tese em itálico, local, dissertação (mestrado) ou tese (doutorado), instituição. Ex.:

    ALBERT, Bruce
    1985. Temps du sang, temps des cendres: répresentation de la maladie, système rituel et espace politique chez les Yanomami du Sud-Est (Amazonie Brésilienne). Paris, Tese de doutorado, Université Paris X – Nanterre.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.