Dimensionando o problema siderúrgico nacional: a demanda por produtos siderúrgicos no Brasil (1901-1940)

Autores

  • Gustavo Barros Faculdade de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2017.122711

Palavras-chave:

Siderurgia, Desenvolvimento setorial, Demanda

Resumo

Este artigo examina a demanda por produtos siderúrgicos no Brasil entre 1901 e 1940, levando em consideração a sua dimensão, a sua composição, a sua evolução no tempo, bem como a percepção dos contemporâneos sobre o assunto. Para tanto, o artigo faz uso de abrangente conjunto de fontes primárias, incluindo dados desagregados originais de comércio exterior. A partir dessas fontes, observamos que a dimensão potencial do mercado doméstico exibiu certa estabilidade ao longo das mais de três décadas durante as quais se desenrolou o debate siderúrgico, e que isso se refletiu nas estimativas contemporâneas do tamanho do mercado. Essa relativa estabilidade do tamanho do mercado foi acompanhada por um processo de diversificação da demanda por produtos siderúrgicos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Barros, Faculdade de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Economia pela FEA-USP (2011) com período sanduíche na Universidade de Erfurt, Alemanha. Mestre em Economia pela FEA-USP (2004). Bacharel em Ciências Sociais pela FFLCH-USP (2006). Engenheiro Mecânico pela Poli-USP (1998). Professor Adjunto da Faculdade de Economia da UFJF e do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFJF.

Referências

Referências bibliográficas

Fontes primárias

Arquivo Nacional, RJ (AN)

Fundo do Conselho Nacional de Economia (AN - 1U)

Fundo do Gabinete Civil da Presidência da República (AN - 35)

Coleção Paulo de Assis Ribeiro (AN - S7)

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, RJ (CPDOC)

Edmundo de Macedo Soares (CPDOC - EMS)

Getúlio Vargas (CPDOC - GV)

Horta Barbosa (CPDOC - HB)

Luiz Simões Lopes (CPDOC - LSL)

Publicações seriadas

Comércio Exterior do Brasil, vários números [anos abrangidos (ano de publicação)].

Serviço de Estatistica Commercial. Importação geral, 1901 (s.d.).

Serviço de Estatistica Commercial. Importação e exportação, movimento maritimo, cambial e do café, 1903 (1905), 1904 (1906).

Ministerio da Fazenda, Serviço de Estatistica Commercial. Importação e exportação, movimento maritimo, cambial e do café, 1905 (1907), 1906 (1907), 1907 (1909), 1908 (1909), 1909 (1911).

Ministerio da Fazenda, Directoria de Estatistica Commercial. Commercio Exterior do Brasil, 1910-1914 (s.d.), 1913-1918 (1921).

Ministerio da Fazenda, Directoria de Estatistica Commercial. Commercio Exterior do Brasil, Resumo por mercadorias, movimento maritimo, movimento bancario, 1912-1913 (1914), 1914-1915 (1916), 1915-1919 (1920), 1918-1922 (1923), 1919-1923 (1924), 1920-1924 (1925), 1921-1925 (1926), 1922-1926 (1927), 1924-1928 (1929), 1928-1929 (1930), 1929-1930 (1931), 1930-1931 (1932).

Departamento Nacional de Estatistica (Ministerio do Trabalho, Industria e Commercio). Commercio Exterior do Brasil, resumo por mercadorias, 1931-1932 (1933).

Directoria de Estatistica Economica e Financeira do Thesouro Nacional (Ministerio da Fazenda). Commercio Exterior do Brasil, resumo por mercadorias, 1929-1933 (1934), 1930-1934 (1935), 1932-1936 (1937).

Serviço de Estatística Econômica e Financeira do Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda), Comércio Exterior do Brasil, importação, exportação, 1937-1938 (1941).

Serviço de Estatística Econômica e Financeira do Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda). Comércio Exterior do Brasil, resumo por mercadorias, 1939 (1940), 1940 (1941), 1941 (1942).

Serviço de Estatística Econômica e Financeira (Ministério da Fazenda, Tesouro Nacional). Comércio Exterior do Brasil, por mercadorias, 1941-1942 (1944), 1942-1943 (1947), 1943-1944 ([1947]), 1944-1945 (1948), 1945-1946 (1948), 1946-1947 (1950).

Boletim do Serviço Geologico e Mineralogico do Brasil, Ministerio da Agricultura, Industria e Commercio, Rio de Janeiro.

Informações sobre a industria siderurgica pelo Dr. Gonzaga de Campos, no 2, 1922.

Relatório final da Comissão Nacional de Siderurgia, no 75, 1935.

Diario do Congresso Nacional

Acesso em: <http://www2.camara.gov.br/ → Documentos e Pesquisa → Publicações e Estudos → Diários do Congresso Nacional>

Diario do Poder Legislativo

Acesso em: <http://www2.camara.gov.br/ → Documentos e Pesquisa → Publicações e Estudos → Diários da Câmara dos Deputados>

Publicações

AGUIAR, Francisco M. de Souza. A industria siderurgica: Relatorio apresentado ao exmo. sr. presidente da Republica pelo general F. M. de Souza Aguiar. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1910.

BAER, Werner. The development of the Brazilian steel industry. Nashville, TN: Vanderbilt University Press, 1969.

BAER, Werner. The steel industry. In: BERGSMAN, Joel. Brazil: Industrialization and trade policies. Londres: Oxford University Press, 1970, p. 191-221.

BARROS, Gustavo. O problema siderúrgico nacional na Primeira República. Tese de doutorado, Departamento de Economia, FEA-USP, São Paulo, 2011.

BARROS, Gustavo. O desenvolvimento do setor siderúrgico brasileiro entre 1900 e 1940: Criação de empresas e evolução da capacidade produtiva. Revista de História Econômica e Economia Regional Aplicada (Heera), vol. 8, n. 14, Juiz de Fora: UFJF, jan.-jun. 2013, p. 9-32.

BARROS, Gustavo. Discurso e contexto: política siderúrgica no primeiro governo Vargas (1930-1937), 2014. Disponível em: <https://mpra.ub.uni-muenchen.de/57656/>.

BARROS, Gustavo. O desenvolvimento do setor siderúrgico brasileiro entre 1900 e 1940: Crescimento e substituição de importações. Estudos Econômicos, vol. 45, n. 1, jan.-mar. 2015, p. 153-183. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/ee/article/view/69070>. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0101-4161201545153gbs.

BASTOS, Humberto. A conquista siderúrgica no Brasil: Crônica e interpretação econômica das empresas e indivíduos, nacionais e estrangeiros, que participaram da exploração dos recursos minerais do desenvolvimento nacional. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1959.

Batista, Felipe Alvarenga; Barbosa, Lidiany Silva; Godoy, Marcelo Magalhães. Transportes, modernização e formação regional – Subsídios à história da era ferroviária em Minas Gerais, 1870-1940. Revista de História Regional, vol. 17, n. 1, 2012, p. 162-203. Disponível em: <http://www.revistas2.uepg.br/index.php/rhr/article/view/3538>. doi: http://dx.doi.org/10.5212/Rev.Hist.Reg.v.17i1.0007.

BRAGA, Cincinato. Magnos problemas econômicos de São Paulo. 2a edição. São Paulo: Zenith, 1924 [1a edição, 1921].

CALLAGHAN, William Stuart. Obstacles to industrialization: the iron and steel industry in Brazil during the Old Republic. Ph.D. diss., University of Texas at Austin, 1981.

CALÓGERAS, João Pandiá. As minas do Brasil e sua legislação, vol. 2. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1905.

CARVALHO, Elysio de. Brasil, potencia mundial: Inquerito sobre a industria siderurgica no Brasil. Rio de Janeiro: Monitor Mercantil, 1919.

Comissão Executiva do Plano Siderúrgico Nacional. Relatório. Rio de Janeiro, 1940-1941.

Companhia Brasileira de Usinas Metallurgicas. Memorial apresentado pela Companhia Brasileira de Usinas Metallurgicas ao Conselho Technico de Economia e Finanças em 31 de maio de 1938. Rio de Janeiro: Typ. do Jornal do Commercio, Rodrigues & Cia, 1938.

Conselho Federal de Comércio Exterior. Dez anos de atividade. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1944.

Conselho Técnico de Economia e Finanças do Ministério da Fazenda. A grande siderurgia e a exportação de minério de ferro brasileiro em larga escala: Projétos Raul Ribeiro, Paul H. Denizot e “Itabira Iron”; Estudos e conclusões apresentadas ao presidente da República em 27 de julho de 1938 pelo Conselho Técnico de Economia e Finanças do Ministério da Fazenda. Rio de Janeiro, 1938.

GOMES, Francisco M. História da siderurgia no Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia, 1983.

GONSALVES, Alpheu Diniz. O ferro na economia nacional. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, 1937.

GREENE, William H. Econometric analysis. 5a edição. Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall, 2003.

MARTINS, Luciano. Pouvoir et développement économique: Formation et évolution des structures politiques au Brésil. Paris: Antrophos, 1976.

OLIVEIRA, Clodomiro de. Industria siderurgica. Monographia publicada no no XIV dos Annaes da Escola de Minas de Ouro Preto. Ouro Preto: Officinas da Casa Mattos, 1914 [1912].

OLIVEIRA, Clodomiro de. Problema siderurgico. Conferência realizada no Centro Academico de Ouro Preto em 1o de janeiro de 1924. Rio de Janeiro: Typ. do Jornal do Commercio, 1924. AN-35, lata 507, 1924.

OLIVEIRA, Clodomiro de. A concessão Itabira Iron. Belo Horizonte, 1934.

OLIVEIRA, Euzebio Paulo de. Minerios de ferro e a industria siderurgica. Ministerio da Agricultura, Industria e Commercio, Serviço Geologico e Mineralogico do Brasil. Rio de Janeiro: Pap. Americana, 1930. AN-S7, caixa 208.

OLIVEIRA, Euzebio Paulo de. Mineral resources of Brazil. Ministerio da Agricultura, Industria e Commercio, Serviço Geologico e Mineralogico do Brasil. Rio de Janeiro: Typ. do Serviço de Informações do Ministerio da Agricultura, 1930. AN-S7, caixa 208.

PELÁEZ, Carlos Manuel. História da industrialização brasileira: Crítica à teoria estruturalista no Brasil. Rio de Janeiro: Apec, 1972.

PIRES DO RIO, José. O nosso problema siderurgico: Parecer do deputado Pires do Rio relativo ao acto do presidente da Republica, de 27 de novembro de 1920, que mandou executar o contracto celebrado em 29 de maio de 1920 entre a União e a Itabira Iron Ore Company Limited, de conformidade com o decreto no 14.160 de 11 de maio de 1920. Rio de Janeiro, 1926.

RADY, Donald E. Volta Redonda: A steel mill comes to a Brazilian coffee plantation, industrial entrepreneurship in a developing economy. Albuquerque, New Mexico: Rio Grande Publ., 1973.

Revisão do contracto da Itabira Iron. Relatório e minuta de contracto organizado pela commissão nomeada de ordem do exmo. sr. dr. Getúlio Vargas, chefe do Governo Provisório, pelo exmo. sr. ministro da Viação, dr. José Américo de Almeida; presidente da Commissão: general Sylvestre Rocha; relator da Commissão: dr. Alcides Lins, 1934. (Relatório da “Comissão dos Onze”).

Saes, Flávio Azevedo Marques de. As ferrovias de São Paulo, 1870-1940. São Paulo: Hucitec, 1981.

SENNA, Nelson de. O problema da siderurgia nacional. Discurso pronunciado na Câmara Federal, em sessão do dia 21 de novembro de 1923. Rio de Janeiro: Imp. Nacional, 1924.

Siderurgia Nacional e Exportação de Minério de Ferro. Parecer do Conselho Técnico da Sociedade Mineira de Engenheiros. Revista Mineira de Engenharia, 1938.

SILVA, Edmundo de Macedo Soares e. O ferro na história e na economia do Brasil. Rio de Janeiro: Comissão Executiva Central do Sesquicentenário da Independência do Brasil, 1972.

SILVA, Raul Ribeiro da. O problema da siderurgia no Brasil e o contracto da Itabira Iron Ore Company Limited. Conferência realisada em 16 de agosto de 1922 na Associação dos Empregados no Commercio do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1922.

SILVA, Raul Ribeiro da. Industria siderurgica e exportação de minerio de ferro: Estudo, projecto e proposta, apresentados ao governo federal. Rio de Janeiro, 1938. AN-35, lata 318, 1938.

Suzigan, Wilson. Indústria brasileira: Origem e desenvolvimento. São Paulo: Brasiliense, 1986.

TAVORA, Juarez. O contrato da Itabira Iron Ore Co. Ltd. em face dos interesses da economia nacional e do problema da siderurgia brasileira. Apanhado da conferência realizada pelo ten. cel. Juarez Tavora na Escola Polythecnica do Rio, em 29-III-1937, sob os auspicios do Instituto Brasileiro de Mineração e Metalurgia. Mineração e Metallurgia, no 10, vol. 2, Rio de Janeiro, nov.-dez. 1937, p. 260-272.

TRINER, Gail D. Mining and the State in Brazilian development. Londres: Pickering & Chatto Ltd., 2011.

VARGAS, Getulio. A nova política do Brasil, vol. V: O Estado Novo, 10 de novembro de 1937 a 25 de julho de 1938. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1938.

WIRTH, John D. The politics of Brazilian development, 1930-1954. Stanford, CA: Stanford University Press, 1970.

Downloads

Publicado

2017-12-06

Como Citar

BARROS, G. Dimensionando o problema siderúrgico nacional: a demanda por produtos siderúrgicos no Brasil (1901-1940). Revista de História, [S. l.], n. 176, p. 01-49, 2017. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.2017.122711. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/122711. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos