Lanterna de luz mórbida - Érico Veríssimo e os problemas raciais nos Estados Unidos

Autores

  • Carlos Cortez-Minchillo Dartmouth College

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i112p29-38

Palavras-chave:

Érico Veríssimo, narrativas de viagem, relações culturais Brasil-Estados Unidos, questões raciais

Resumo

A partir da década de 1940, por meio de narrativas de viagem, entrevistas e palestras, Érico Veríssimo tornou-se um dos mais importantes intérpretes dos Estados Unidos para os brasileiros. Em O Senhor Embaixador e O Prisioneiro, Veríssimo chega a incorporar à ficção questões centrais da realidade norteamericana, como o “problema negro”. Neste artigo, analiso como as tensões raciais nos Estados Unidos foram tratadas por Veríssimo, especialmente em seus dois livros de viagem aos Estados Unidos, Gato Preto em Campo de Neve e A Volta do Gato Preto. A ideia central é de que, ao longo dos anos, Veríssimo refina sua compreensão da sociedade norteamericana, propondo uma visão mais complexa e menos otimista sobre os embates raciais que a assolam

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Cortez-Minchillo, Dartmouth College

é professor do Dartmouth College (Dartmouth, EUA)

Downloads

Publicado

2017-04-07

Como Citar

Cortez-Minchillo, C. (2017). Lanterna de luz mórbida - Érico Veríssimo e os problemas raciais nos Estados Unidos. Revista USP, (112), 29-38. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i112p29-38

Edição

Seção

Dossiê americanistas