Rock rural: origens, estrada e destinos

Autores

  • Luiz Carlos Sá

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i87p124-133

Palavras-chave:

rock rural, mercado de discos, mass media

Resumo

O rótulo "rock rural" é somente um rótulo ou pode ser considerado uma definição veraz para o estilo musical do trio Sá, Rodrix & Guarabyra, da consequente dupla Sá & Guarabyra e de seus eventuais seguidores? É um nicho importante dentro do desenvolvimento da música popular ou limitou-se à esfera de ação de seus criadores? De onde veio e para onde vai o rock rural, se nem sempre ele é rock e nem sempre é rural? Ele é um sucesso comercial ou não? Quem ouviu, ouve e ouvirá o rock rural? Ele ainda toca em rádio? Por que o rock rural não pôde ocupar o espaço das duplas "sertanejas"? A mídia leva o rock rural a sério como levou a sério o tropicalismo? O rock rural é um tipo de antropofagia cultural semelhante ao citado tropicalismo ou limita-se a emular uma cultura alienígena? Por que - e como - o rock rural perdura e sustenta seus criadores há quase quarenta anos sem jamais ter frequentado a mass media?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-11-01

Como Citar

Sá, L. C. (2010). Rock rural: origens, estrada e destinos . Revista USP, (87), 124-133. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i87p124-133

Edição

Seção

Dossiê