Condicionamentos institucionais e preceitos epidíticos das artes sacras coloniais

Autores

  • João Adolfo Hansen Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i121p11-30

Palavras-chave:

arte sacra, teologia política, retórica, período colonial

Resumo

Nesta exposição, abordam-se preceitos da produção de artes sacras na América portuguesa entre os séculos XVI e XVIII. O texto especifica determinações teológico-políticas e retóricas com que a Igreja Católica orientou a produção das artes sacras, adequando-as a seu combate contra Maquiavel, Lutero, Calvino, o Islã, a Torá e ao controle de colonos, negros e índios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-05-06

Como Citar

Hansen, J. A. (2019). Condicionamentos institucionais e preceitos epidíticos das artes sacras coloniais. Revista USP, (121), 11-30. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i121p11-30

Edição

Seção

dossiê: artes & letras