Dos movimentos modernizantes ao espírito novo: arquitetura brasileira após a Semana de Arte Moderna

Autores

  • Rodrigo Queiroz Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Departamento de Projeto
  • Maria Luiza de Freitas Universidade Federal de Pernambunco. Departamento de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i94p93-106

Palavras-chave:

arquitetura brasileira, moderno, movimentos modernizantes, espírito novo, Mário de Andrade, Le Corbusier.

Resumo

O presente texto se propõe a discutir a tomada de consciência do moderno na arquitetura brasileira perpassando assim por episódios como a exposição de arquitetura da Semana de Arte Moderna de 1922, a Exposição Internacional Comemorativa do Centenário da Independência, as vindas do arquiteto franco-suíço Le Corbusier em 1929 e 1936 ao Brasil e os momentos que intercalam essas datas e constroem um complexo cenário. Procura-se demonstrar pela fala de um dos protagonistas da Semana, Mário de Andrade, como a noção de moderno se transmuta ao longo do tempo, até a sua conformação final no seu texto “O Movimento Modernista”. Demonstra-se como ocorre a criação da “consciência coletiva”no âmbito da arquitetura, iniciada em 1922, que tem como marco o ano de 1936, data do projeto para o edifício-sede do Ministério de Educação e Saúde Pública, denotando o momento de construção da “nova arquitetura” no Brasil.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Rodrigo Queiroz, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Departamento de Projeto

    Professor do Departamento de Projeto da FAU-USP.

  • Maria Luiza de Freitas, Universidade Federal de Pernambunco. Departamento de Arquitetura e Urbanismo

    Professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPE.

Referências

AMARAL, Aracy A. Artes Plásticas na Semana de 22. 5a ed. São Paulo, Editora 34, 1998.

ANDRADE, Mário de. “Poema Abúlico”, in Klaxon, n. 8-9, São Paulo, dez./1922- jan./1923, pp. 13-5.

. “Táxi: Le Corbusier. Diário Nacional. Quinta-feira, 21/nov./1929”, in Telê Porto Ancora Lopez (org.). Táxi e Crônicas no Diário Nacional. São Paulo, Duas Cidades/Secretaria de Cultura, Ciência e Tecnologia, 1976, pp. 161-2.

. “Cidades. Diário Nacional. Domingo, 1/mar./1931”, in Telê Porto Ancora Lopez (org.). Táxi e Crônicas no Diário Nacional. São Paulo, Duas Cidades/Secretaria de Cultura, Ciência e Tecnologia, 1976, pp. 345-6.

. “O Movimento Modernista (conferência). Rio de Janeiro, Casa do Estudante, 1942”, in Mário de Andrade. Aspectos da Literatura Brasileira. 6a ed. Belo Horizonte/Itatiaia, 2002, pp. 253-80.

ATIQUE, Fernando. Arquitetando a “Boa Vizinhança”: Arquitetura, Cidade e Cultura nas Relações Brasil-Estados Unidos, 1876-1945. São Paulo, Pontes Editores, 2010.

BARDI, Pietro Maria. Lembranças de Le Corbusier. São Paulo, Nobel, 1984.

BARROS, Luiz Antônio Recamán. Oscar Niemeyer: Forma Arquitetônica e Cidade no Brasil Moderno. Tese de doutorado. São Paulo, FFLCH-USP, 2002.

BRUAND, Yves. Arquitetura Contemporânea no Brasil. Trad. A. M. Goldberger. 2a ed. São Paulo, Perspectiva, 1991.

CARAM, André Luís Balsarte. Pujol: Concreto e Arte. São Paulo, Banco do Brasil, 2001.

CASANOVA, Maria; MENOR, Maria Victoria. Da Antropofagia a Brasília: Brasil 1920/1960. São Paulo, Cosac Naify, 2002.

CAVALCANTI, Lauro. As Preocupações do Belo. Rio de Janeiro, Taurus, 1995.

CONDURU, Roberto. “Tectônica Tropical”, in Elisabetta Andreoli e Adrian Forty. Arquitetura Moderna Brasileira. Londres, Phaidon, 2004, pp. 56-105.

COSTA, LÚCIO. “O Arranha-céu e o Rio de Janeiro. ‘O Paiz’, em Prosseguimento da sua Enquete, Ouve os Arquitetos Construtores Preston & Curtis e Lúcio Costa”, in O Paiz. ano XLIV, n. 15.960, Rio de Janeiro, 1/jul./1928, pp. 1 e 4.

. Lúcio Costa: Registro de uma Vivência. São Paulo, Empresa das Artes, 1995.

. Arquitetura. Rio de Janeiro, José Olympio, 2002.

. “Razões da Nova Arquitetura (Revista de Engenharia da Diretoria da PDF, vol. III, n. 1, jan./1936)”, in Alberto Xavier (org.). Lúcio Costa: Sobre Arquitetura. 1a reimpressão em fac-símile. Porto Alegre, UniRitter, 2007, pp. 17-41.

. “Considerações sobre Arte Contemporânea”, in Alberto Xavier (org.). Sobre Arquitetura. 2a ed. Porto Alegre, UniRitter, 2007, pp. 202-29.

Downloads

Publicado

2012-08-30

Como Citar

QUEIROZ, Rodrigo; FREITAS, Maria Luiza de. Dos movimentos modernizantes ao espírito novo: arquitetura brasileira após a Semana de Arte Moderna. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 94, p. 93–106, 2012. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i94p93-106. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/45162.. Acesso em: 18 jun. 2024.