O Cristianismo ortodoxo. O Direito russo

Autores

  • Antonio Augusto Machado de Campos Neto

Palavras-chave:

Ortodoxia. Gnosticismo. Zoroastrismo. Paganismo. Montanismo. Direito Russo.

Resumo

Embora perseguida pelos vários regimes comunistas ao longo de mais de 70 anos, a Igreja ortodoxa permaneceu como a principal Religião da Rússia e do Leste e Sudeste europeu. Com mais de, aproximadamente, 500 milhões de adeptos, a Igreja ortodoxa diverge em vários ritos da católica. Ao lado da Russkaia pravda que constitui o Direito laico da Rússia existe outro Direito que também reina: o Direito Canônico; todavia, o Direito Canônico que é aplicado na Rússia é um Direito diferente daquele que se conhece no Ocidente. É o Direito Canônico de Bizâncio representado por série de nomocanons, embasado no nomocanon do patriarca Photius, de 883. Os nomocanons contêm concomitantemente o Direito Civil (nomos) com o Direito Canônico (cânon) no intuito de que clérigos pudessem conhecer toda a coletânea mesclada às disposições ditadas das quais estariam submetidos, além do que deveriam juridicamente aplicar; tanto assim, que a Igreja russa vive conforme dispositivos do Direito Canônico. O Direito bizantino vem a desempenhar grande importância na Rússia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-06

Como Citar

Campos Neto, A. A. M. de. (2014). O Cristianismo ortodoxo. O Direito russo. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 109, 75-105. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/89228

Edição

Seção

História do Direito