ESTRUTURA DE UMA AULA TEÓRICA II: FORMA

Autores

  • Sandro Scarpelini Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Antonio Pazin Filho Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i1p28-31

Palavras-chave:

Aula Teórica, forma, elaboração. Didática. Educação Médica.

Resumo

Embora a formatação de uma aula seja passível de uma grande variabilidade, o conceito de começo-meio-fim deve sempre ser respeitado. A elaboração adequada, respeitando uma sequência lógica, com apresentação de tópicos com argumentações precisas e concisas, é um primeiro e largo passo para uma aula bem sucedida. Neste capítulo, procuramos abordar e sugerir aspectos de forma de uma apresentação, para garantir a fluência e a precisão na transmissão das informações.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Sandro Scarpelini, Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

    Docente. Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

  • Antonio Pazin Filho, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

     

    Docente. Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2007-03-30

Edição

Seção

Capítulos

Como Citar

1.
Scarpelini S, Pazin Filho A. ESTRUTURA DE UMA AULA TEÓRICA II: FORMA. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de março de 2007 [citado 16º de abril de 2024];40(1):28-31. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/300