O trabalho interdisciplinar no CAPS e a especificidade do trabalho do terapeuta ocupacional

Autores

  • Angélica Garcia Juns Universidade de São Paulo; Faculdade de Medicina; Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
  • Selma Lancman Universidade de São Paulo; Faculdade de Medicina; Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v22i1p27-35

Palavras-chave:

Terapia ocupacional^i1^stendênc, Serviços de saúde mental

Resumo

Diante das atuais discussões sobre trabalho multiprofissional em saúde e abordagens interdisciplinares, neste trabalho se propõe a reflexão sobre a especificidade da atuação do terapeuta ocupacional nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Trata-se de resultados de pesquisa realizada no âmbito do trabalho de conclusão de curso de graduação realizada em 2008, que teve como objetivo compreender a especificidade do trabalho do terapeuta ocupacional no CAPS. A pesquisa se inscreve no campo da investigação qualitativa e o principal método de coleta de dados consistiu em entrevistas semi-estruturadas, analisadas segundo procedimentos metodológicos da análise de conteúdo. Verificou-se que a conformação do serviço exige a presença de profissionais distintos, com competências próprias ao seu campo profissional, ao mesmo tempo que são necessárias competências para a atuação coletiva e um trabalho interdisciplinar que dê conta da atenção ao usuário. Ainda, identifica-se que a caracterização das práticas de trabalho no CAPS não definem a especificidade do terapeuta ocupacional, mas que é possível identificar especificidades na atuação desses profissionais que dizem respeito à abordagem que emprega em suas ações e pelas contribuições que agrega nas discussões com a equipe. Conclui-se que, no desafio para a produção de saúde no contemporâneo, não há necessidade de um campo profissional com fronteiras rígidas e um monopólio sobre determinadas práticas, mas sim de uma perspectiva ampla dos contextos e recursos, em que a especificidade de determinadas profissões agregam contribuições ímpares a esses serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-01

Como Citar

Juns, A. G., & Lancman, S. (2011). O trabalho interdisciplinar no CAPS e a especificidade do trabalho do terapeuta ocupacional . Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 22(1), 27-35. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v22i1p27-35

Edição

Seção

Artigo Original