Internacionalização e os desafios dos novos padrões mínimos para a educação em Terapia Ocupacional propostos pela World Federation of Occupational Therapists (WFOT)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v29i3pi-ii

Palavras-chave:

Internacionalização, Educação, Terapia Ocupacional

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisabete Ferreira Mângia, Departamento de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Faculdade de Medicina FMUSP, Universidade de São Paulo

Editora da Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo – USP.

Marília Meyer Bregalda, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Docente do Curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba – UFPB.

Downloads

Publicado

2018-11-30

Como Citar

Mângia, E. F., & Bregalda, M. M. (2018). Internacionalização e os desafios dos novos padrões mínimos para a educação em Terapia Ocupacional propostos pela World Federation of Occupational Therapists (WFOT). Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 29(3), i-ii. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v29i3pi-ii

Edição

Seção

Editorial