Repertório funcional de crianças com paralisia cerebral nos contextos domiciliar e clínico: relato de cuidadores e profissionais.

Autores

  • Alyne Kalyane Câmara Oliveira Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade Federal da Paraíba, Cidade Universitária, João Pessoa, PB, Brasil, CEP: 58051-900.
  • Thelma Simões Matsukura Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade Federal de São Carlos.
  • Marisa Cotta Mancini Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i3p390-398

Palavras-chave:

Paralisia cerebral, Criança, Cuidadores, Reabilitação.

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar a associação do perfil de funcionalidade de crianças com paralisia cerebral em casa e no contexto clínico nas áreas de autocuidado, mobilidade e função social, relatado por cuidadores e profissionais da reabilitação. Participaram 50 crianças, 50 cuidadores e 25 profissionais, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, vinculados a instituições de saúde do interior Paulista. A instrumentação incluiu o Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade, uma ficha de identificação dos participantes e o Sistema de Classificação da Função Motora Grossa. Foi utilizado o teste de correlação de Spearman. Verificou-se associação significativa com índices de correlação de grande magnitude entre o perfil funcional das crianças nos dois contextos nas áreas investigadas, principalmente no que se refere às habilidades funcionais e a assistência dos cuidadores disponibilizada; associação mais fraca foi evidenciada nas modificações utilizadas. Resultados revelam coerência no repertório funcional das crianças em ambos contextos. A assistência disponibilizada por cuidadores e profissionais é relativamente semelhante, entretanto, os contextos se estruturam de forma a oferecerem modificações específicas, que dão suporte ao desempenho funcional dessas crianças em suas rotinas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alyne Kalyane Câmara Oliveira, Departamento de Terapia Ocupacional, Universidade Federal da Paraíba, Cidade Universitária, João Pessoa, PB, Brasil, CEP: 58051-900.

Docente do Departamento de Terapia Ocupacional -UFPB. Doutoranda em Educação Especial - UFSCar. Mestre em Terapia Ocupacional - UFSCar. Especialista em Intervenção em Neuropediatria e Reabilitação do Membro Superior - UFSCar. Graduada em Terapia Ocupacional - UnP.

Publicado

2015-12-26

Como Citar

Oliveira, A. K. C., Matsukura, T. S., & Mancini, M. C. (2015). Repertório funcional de crianças com paralisia cerebral nos contextos domiciliar e clínico: relato de cuidadores e profissionais. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 26(3), 390-398. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i3p390-398

Edição

Seção

Artigo Original