Amigos, amigos, literatura à parte: Vianna Moog e Erico Veríssimo

  • Maria da Glória Bordini Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Palavras-chave: Erico Verissimo, Vianna Moog, correspondência, espírito crítico

Resumo

A conservação de fontes primárias para o estudo da literatura tem na correspondência uma de suas prioridades, nestes tempos da efemeridade de e-mails e declínio da carta em papel. A correspondência trocada entre Erico Verissimo e Vianna Moog sobre O resto é silêncio e os dois primeiros volumes de O tempo e o vento, bem como sobre Bandeirantes e pioneiros, oferece evidências históricas de primeira mão sobre a gênese das obras, assim como revela o espírito crítico que pode permear uma amizade duradoura

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Glória Bordini, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
é pesquisadora do CNPq, atuando no Arquivo Literário de Erico Veríssimo (ALEV).
Publicado
2008-12-18
Como Citar
Bordini, M. da G. (2008). Amigos, amigos, literatura à parte: Vianna Moog e Erico Veríssimo. Teresa, (8-9), 205-222. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/teresa/article/view/116702
Seção
Diálogos