Romantismo das trevas

  • Walnice Nogueira Galvão Universidade de São Paulo
Palavras-chave: romantismo solar, romantismo das trevas, Victor Hugo, Byron

Resumo

A ruptura efetuada pelo romantismo requer apreciação de sua dupla face: a solar e a das trevas. Em atenção a essa ambivalência, um esboço das linhas mestras encaminha a seguir o exame do percurso de artistas que encarnam o ápice do romantismo solar (o francês Victor Hugo) e do romantismo das trevas (o norte-americano Edgar Allan Poe). Entre eles situa-se o inglês Byron, que partilha as duas tendências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walnice Nogueira Galvão, Universidade de São Paulo
Walnice Nogueira Galvão é professora titular de Teoria Literária e Literatura Comparada na usp, visiting scholar da Columbia University e professora visitante da Université de Paris VIII e da University of Texas System. É autora de Euclidiana: ensaios sobre Euclides da Cunha (Companhia das Letras, 2009); Mínima mímica (Companhia das Letras, 2008); Tapete afegão (Companhia das Letras/Nacional, 2008); A donzela guerreira. Um estudo de gênero (Senac, 1998), entre outros.
Publicado
2013-12-23
Como Citar
Galvão, W. (2013). Romantismo das trevas. Teresa, (12-13), 65-78. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/teresa/article/view/99057