Gérard de Nerval: poesia e memória

  • Marta Kawano Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Gérard de Nerval, memória, figura feminina ideal, prosa poética, romantismo francês

Resumo

Este artigo realiza um percurso pelo qual se busca aproximar a prosa e a poesia de Nerval. Tomando por guia as considerações de Marcel Proust a respeito de Sylvie, procuramos pontar alguns elos (ou ecos) existentes entre esta novela e o soneto “El desdichado”, em particular no que diz respeito à memória, à figuração do ideal (figura feminina ideal)e ao desencanto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Kawano, Universidade de São Paulo
é professora de Teoria Literária e Literatura Comparada da Universidade de São Paulo, autora de Gérard de Nerval: A escrita em trânsito (Ateliê, 2009).
Publicado
2013-12-23
Como Citar
Kawano, M. (2013). Gérard de Nerval: poesia e memória. Teresa, (12-13), 508-524. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/teresa/article/view/99419