Notícias

  • DOSSIÊ ESPECIAL

    2022-12-01

    100 ANOS DA LITERATURA DE SODOMA

    A polêmica intitulada "Literatura de Sodoma" iniciou-se com a defesa que Fernando Pessoa fez das Canções de António Botto na Revista Contemporânea, em 1922, desdobrando-se em debates acalorados, contra e em defesa da obra de Botto e culminando com a publicação em 1923 de Sodoma Divinizada, de Raul Leal, e Decadência, de Judith Teixeira, que acabaram por fazer parte de uma das mais indigestas querelas da literatura portuguesa. As obras foram, inicialmente, em 1923, recolhidas pelo Governo Civil de Lisboa, vindo a passar por um limbo crítico e uma quase exclusão pelas histórias literárias, devido ao conteúdo transgressor das obras. Por isso, críticos conservadores, como Marcelo Caetano, consideravam essas publicações “obscenas" ou “arte sem moral nenhuma”. Esse dossiê especial da Revista Via Atlântica propõe, a partir desse evento histórico que ficou conhecido como "Literatura de Sodoma", (re)pensar a abrangência das temáticas queer, nas Literaturas de Língua Portuguesa, a partir das seguintes linhas temáticas:

    Saiba mais sobre DOSSIÊ ESPECIAL
  • DOSSIÊ 45: AS LITERATURAS DE AUTORIA AFRODESCENDENTE NO BRASIL E EM PORTUGAL

    2022-09-26

    Neste número 45 da revista Via Atlântica, acolheremos artigos teórico-críticos inéditos que reflitam sobre a produção de autoria negra e/ou afrodescendente em Portugal e no Brasil que abordem temas associados, tais como: literatura e vida social, literatura e história, literatura e transformação social, literatura e resistência à luz das caraterísticas próprias dos contextos português e brasileiro.

    PALAVRAS-CHAVE: Literatura de autoria afrodescendente; literatura e vida social, literatura e história, literatura e resistência.

    ORGANIZAÇÃO: Inocência Mata (FLUL/Universidade de Lisboa), Rosângela Sarteschi (DLCV/USP) e Luiz Maurício Azevedo (pós-doc FFLCH/USP)

    PRAZO PARA O ENVIO DOS TRABALHOS: de 26 de setembro de 2022 a 03 de março de 2023.

    Saiba mais sobre DOSSIÊ 45: AS LITERATURAS DE AUTORIA AFRODESCENDENTE NO BRASIL E EM PORTUGAL