Quelques remarques sur l’épistemologie des études africaines

Autores

  • Carlos Pimenta Université de Porto. Faculté d’Economie

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2526-303X.v0i33-34p69-83

Palavras-chave:

Epistemologia. Estudos Africanos. África

Resumo

O método do conhecimento depende do objeto do conhecimento. Estudar África é interpretar, compreender e sentir a plenitude de sua complexidade. Compreender e sentir exige ser. A especialização do conhecimento científico, indubitavelmente fundamental, está na confrontação com a totalidade da realidade africana a estudar, e esta confrontação impõe um duplo processo científico de cognição: (1) o uso da interdisciplinaridade; (2) leitura crítica da capacidade de cada disciplina produto da cultura e da história, para o estudo da realidade africana. O segundo aspecto nos leva diretamente para o multiculturalismo, embora também possa influenciar essa função crítica. A sociedade africana nos aconselha a articulação do conhecimento com a ação pragmática de conhecimento. E um esclarecimento e hierarquização de objetivos só podem ser feitos por africanos

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Carlos Pimenta, Université de Porto. Faculté d’Economie
    Professeur de la Faculté d’Economie, Université de Porto, Portugal

Publicado

2014-12-20

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Quelques remarques sur l’épistemologie des études africaines. África, [S. l.], n. 33-34, p. 69–83, 2014. DOI: 10.11606/issn.2526-303X.v0i33-34p69-83. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/africa/article/view/115363.. Acesso em: 18 jul. 2024.