Particularidades da Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo

Autores

  • Simone do Prado Romeo Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v9i2p99-109

Palavras-chave:

Critérios de percepção e apreciação teatral, Hierarquias simbólicas, Políticas culturais

Resumo

Este artigo debate a Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo sob a ótica de que ela representa uma inovação no campo das políticas culturais brasileiras. Assim, discutiremos os principais aspectos dessa lei, incluindo os critérios de percepção e apreciação que ela fixa – interpretados por nós enquanto um conjunto de afirmações que revelam uma nova legitimidade em matéria de teatro. A partir do exame dessa lei e de suas particularidades pretendemos demonstrar, ainda, que as políticas culturais são  detentoras de poder simbólico atuante no campo cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone do Prado Romeo, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Doutoranda do Departamento do Artes Cênicas da Escola de Comounicações e Artes da USP.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

Romeo, S. do P. (2019). Particularidades da Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo. Revista Aspas, 9(2), 99-109. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v9i2p99-109