O ensino de didática e a atuação do professor formador na visão de licenciandos de educação artística

Autores

  • Giseli Barreto da Cruz Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Priscila Andrade Magalhães Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701156893

Palavras-chave:

Ensino de didática, Professor formador, Aprendizagem da docência, Formação de professores

Resumo

Este artigo decorre de um estudo com 52 estudantes de um curso de licenciatura em educação artística, que teve por objetivo analisar a aprendizagem da docência construída no contexto das disciplinas de didática, considerando o que se ensina, como se ensina e a influência do professor formador a partir do que ele próprio faz para ensinar. A opção por investigar esse curso se justifica porque a sua estrutura curricular, na instituição de ensino superior (IES) pesquisada, ainda se ancora na didática de cunho tecnicista, desafiando os formadores de professores que trabalham com a formação em didática na perspectiva crítica. Para a obtenção dos dados, foi utilizado um questionário, aplicado aos estudantes, conjugado com a realização de grupo de discussão. Teoricamente, a pesquisa se desenvolveu a partir da compreensão de que o ato de ensinar envolve a ação especializada do professor para promover a aprendizagem de seus alunos. Porque a ação é especializada, aquele que a realiza necessita mobilizar saberes específicos, reconhecidos academicamente como base de conhecimento profissional docente. As análises evidenciam que o objeto da didática é nuclear no ensino, mas a abordagem de metodologias sem resvalar para a perspectiva tecnicista ainda é o principal desafio do formador; o estágio é reconhecido como potente espaço/tempo de formação em didática; e a influência do formador no processo de constituição profissional docente é relevada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-04-01

Como Citar

Cruz, G. B. da, & Magalhães, P. A. (2017). O ensino de didática e a atuação do professor formador na visão de licenciandos de educação artística. Educação E Pesquisa, 43(2), 483-498. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201701156893

Edição

Seção

Artigos