Metodologias Ativas de Ensino-aprendizagem e Educação Especial: Relato de uma Experiência em Fisiologia da Audição no Ensino Superior

Account of an Experience in Hearing Physiology in Higher Education

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-376X.v7i1p43-57

Palavras-chave:

Metodologia ativa, Material didático, Fisiologia da Audição

Resumo

Nos últimos anos, temos observado um avanço nas políticas de acesso e permanência de jovens e adultos com necessidades educacionais especiais no Ensino Superior. A fim de atender a demanda destes alunos, professores têm buscado novas metodologias e materiais que possam facilitar os processos de ensino-aprendizagem. Neste contexto, o uso das metodologias ativas, ao colocar o estudante como centro das ações educativas e o conhecimento como resultado de um processo construído colaborativamente, tem se mostrado uma importante estratégia para a Educação Especial. A criação de ambientes e recursos, que possam ser explorados pelo estudante, possibilita interação, problematização e ressignificação do conhecimento. Diante disto, este trabalho teve como objetivo relatar o desenvolvimento de um recurso tátil e seu uso como metodologia ativa de ensino-aprendizagem de fisiologia da audição. Embora, movimentos mais dialógicos e interativos de aprendizagem possam ser desenvolvidos nas aulas, o ensino de fisiologia tradicionalmente se baseia no uso exclusivo de recursos audiovisuais, no qual alunos com deficiência visual não são assistidos adequadamente. Tal recurso foi confeccionado em biscuit, tendo suas principais estruturas envolvidas com a transdução auditiva contempladas. A utilização de materiais concretos adaptados permitiu aos estudantes explorar os conteúdos abordados, de forma a representar mentalmente o que foi tateado. Além disso, o modelo didático permitiu a interação entre os estudantes, a simulação do funcionamento do processo auditivo em condições normais e a problematização de contextos fisiológicos patológicos do sistema, possibilitando a participação ativa dos estudantes na construção do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia de Sousa Oliveira, Universidade Federal de Catalão. Instituto de Biotecnologia

Pedagoga do Programa de Apoio ao Docente e Discente (ProApoio), Instituto de Biotecnologia, Universidade Federal de Catalão

Cyrce Leonor Pereira-Costa , Universidade Federal de Catalão. Núcleo de Acessibilidade

Monitora de Acompanhamento Pedagógico do Núcleo de Acessibilidade, Universidade Federal de Catalão

Karla Graziella Moreira, Universidade Federal de Catalão. Instituto de Biotecnologia

Docente do Departamento de Ciências Biológicas, Instituto de Biotecnologia, Universidade Federal de Catalão

Anderson Luiz-Ferreira, Universidade Federal de Catalão. Instituto de Biotecnologia

Chefe do Laboratório de Estudos em Doenças Inflamatórias Intestinais, Departamento de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Catalão

Referências

BACICH, L.; MORAN, J. (Orgs.). Metodologias ativas para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2018.

BERBEL, N. A. N.. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, [S. l.], v. 32, n. 1, jan./jun. 2011, p. 25–40. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/10326. Acesso em: 28 set. 2023.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidente da República, 2016.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. LDB. 9394/1996.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF: Presidência da República, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 28 set. 2023.

BRASIL. Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnico de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Brasília, DF, 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/L13409.htm. Acesso em: 28 set. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial (SEESP). NOTA TÉCNICA – SEESP/GAB/Nº 9, de 9 de abril de 2010. Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado. Brasília, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial (SEESP). Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.

CANDIDO, E. A. P.; NASCIMENTO, C. R. S. do; MARTINS, M. de F. A. Acessibilidade na educação superior também envolve o trabalho pedagógico. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. esp. 2, 27 set. 2016, p. 1017–1033. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8940. Acesso em: 28 set. 2023.

D’ÁVILA, C. A didática nas Diretrizes Curriculares Nacionais e Base Nacional Comum para a Formação de Professores da Educação Básica: impasses, desafios e resistências. Revista Cocar, Belém, [S. l.], n. 8, jan./abr. 2020, p. 86–101. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3082. Acesso em: 28 set. 2023.

DIESEL, A.; BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S. N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, Pelotas, v. 14, n. 1, fev. 2017, p. 268–288. Disponível em: https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/404. Acesso em: 28 set. 2023.

DUSSILEK, C. A.; MOREIRA, J. C. C. Inclusion in higher education: a systematic review of the conditions presented to students with disabilities. Research, Society and Development, [S. l.], v. 6, n. 4, , dez. 2017, p. 317-341. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/124. Acesso em: 28 sep. 2023.

ESQUINSANSI, R. S. S.; SILVA, E. M. S. S.; GUERRA, S. Z. Metodologias ativas na educação inclusiva: diálogo entre os conceitos de compensação e plasticidade cerebral. In: PAVÃO, A. C. O.; PAVÃO, S. M. O. (Orgs.). Metodologias ativas na educação especial/inclusiva. Santa Maria/RS: FACOS-UFSM, 2021.

FERNANDES BARBOSA, Eduardo; GUIMARÃES DE MOURA, D. Metodologias ativas de aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n. 2, maio./ago. 2013, p. 48-67. Disponível em: https://www.bts.senac.br/bts/article/view/349. Acesso em: 28 set. 2023.

FERREIRA PAIVA, M. R.; FEIJÃO PARENTE, J. R.; ROCHA BRANDÃO, I.; BOMFIM QUEIROZ, A. H. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE - Revista de Políticas Públicas, Sobral, [S. l.], v. 15, n. 2, jun./dez. 2016, p.145-153. Disponível em: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/1049. Acesso em: 28 set. 2023.

FRANCO, M. A. S.; PIMENTA, S. G. Didática multidimensional: por uma sistematização conceitual. Educação & Sociedade, São Paulo, v. 37, n. 135, abr./jun. 2016, p. 539-553. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v37n135/1678-4626-es-37-135-00539.pdf. Acesso em: 28 set. 2023.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996 (Coleção leitura), 166 p.

GALVAO, Nelma Sandes; FRAGA, C.C.S.; SANTOS, C.S.; MELO, M.W.S.; VIANA, R.C.; SANTOS, V.N.dos; SANTOS, Z.F. “Deficiência visual e o acesso aos conteúdos textuais no Ensino Superior”. Revista Entreideias: educação, cultura e sociedade, [S. l.], v. 4, n. 1, jan./jun. 2015, p. 143-160. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/entreideias/article/view/7149. Acesso em: 28 set. 2023.

GRAPIGLIA, F. X.; SEGATTO E SOUZA, C. R.; PAVÃO, S. M. O. Metodologias ativas: um avanço significativo nos processos educacionais e a preocupação de um modismo diante do desconhecido. In: PAVÃO, A. C. O.; PAVÃO, S. M. O. (Orgs.). Metodologias ativas na educação especial/inclusiva. Santa Maria/RS: FACOS-UFSM, 2021.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo da Educação Superior. Brasília: Inep, 2022.

MARANHÃO, K. M.; REIS, A. C. S. Recursos de gamificação e materiais manipulativos como proposta de metodologia ativa para motivação e aprendizagem no curso de graduação em odontologia. Revista Brasileira de Educação e Saúde, Patos, [S. l.], v. 9, n. 3, jul./set. 2019, p. 1–7. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBES/article/view/6239. Acesso em: 28 set. 2023.

MARQUES, H. R.; CAMPOS, A. C.; ANDRADE, D. M.; ZAMBALDE, A. L. Inovação no ensino: uma revisão sistemática das metodologias ativas de ensino-aprendizagem. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 26, n. 3, set. 2021, p. 718-741. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772021000300718&lng=pt&nrm=iso Acesso em: 28 set. 2023.

MITTLER, P. Educação inclusiva: contextos sociais. Porto Alegre: Artmed, 2003.

MOTA, A. R.; WERNER DA ROSA, C. T. Ensaio sobre metodologias ativas: reflexões e propostas. Revista Espaço Pedagógico, Passo Fundo, [S. l.], v. 25, n. 2, maio./ago. 2018, p. 261-276. Disponível em: https://seer.upf.br/index.php/rep/article/view/8161. Acesso em: 28 set. 2023.

MOYES, C.; SCHULTE, P. M. Princípios de Fisiologia Animal. 2. ed. Porto Alegre: Ed. Artmed, 2010.

NICOLA, J. A.; PANIZ, C. M. A importância da utilização de diferentes recursos didáticos no ensino de biologia. InFor, São Paulo/SP, v. 2, n. 1, maio 2017, p. 355-381. Disponível em: https://ojs.ead.unesp.br/index.php/nead/article/view/InFor2120167. Acesso em: 28 sep. 2023.

NOZU, W. C. S.; DA SILVA, A. M.; ANACHE, A. A. Permanência do aluno com deficiência no ensino superior: dados censitários sobre as universidades federais da região centro-oeste. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. esp. 2, set. 2018. p. 1421–1435. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11652. Acesso em: 28 set. 2023.

OLIVEIRA, J. Análise da produção científica com a temática inclusão no ensino superior: reflexões sobre artigos publicados no período de 2016 a novembro de 2018. Revista Educação Especial, Santa Maria, [S. l.], v. 32, jul. 2019, p. e73/ 1–27, Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/36198. Acesso em: 28 set. 2023.

PACHECO, R. V.; COSTAS, F. A. T. O processo de inclusão de acadêmicos com necessidades educacionais especiais na Universidade Federal de Santa Maria. Revista Educação Especial, Santa Maria, [S. l.], n. 27, nov. 2011, p. 151–169. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/4360. Acesso em: 28 set. 2023.

REGIANI, A. M.; MOL, G. S. Inclusão de uma aluna cega em um curso de licenciatura em química. Ciência & Educação, Bauru, v. 19, n. 1, mar. 2013, p. 123-134. Disponível em http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132013000100009&lng=pt&nrm=iso Acesso em: 28 set. 2023.

SILVERTHORN, D. U. Fisiologia humana: uma abordagem integrada. 7 ed. Porto Alegre: Artmed, 2017.

STELLA, L. F.; MASSABNI, V. G. Ensino de Ciências Biológicas: materiais didáticos para alunos com necessidades educativas especiais. Ciência & Educação, Bauru, v. 25, n. 2, abr. 2019, p. 353-374. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132019000200353&lng=es&nrm=iso Acesso em: 28 set. 2023.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B.; GERALDINI, A. F. S. Metodologias ativas: das concepções às práticas em distintos níveis de ensino. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 17, n. 52, abr. 2017, p. 455-478. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-416X2017000200455&lng=pt&nrm=iso Acesso em: 28 set. 2023.

VAZ, J. M. C.; PAULINO, A. L. S.; BAZON, F. V. M.; KIILL, K. B.; ORLANDO, T. C.; REIS, M. X. dos; MELLO, C. Material Didático para Ensino de Biologia: Possibilidades de Inclusão. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, [S. l.], v. 12, n. 3, abr. 2013, p. 81–104. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4243 Acesso em: 28 set. 2023.

Downloads

Publicado

2023-11-29

Como Citar

OLIVEIRA, P. de S.; PEREIRA-COSTA , C. L. .; VIGÁRIO, A. F. .; MOREIRA, K. G.; LUIZ-FERREIRA, A. Metodologias Ativas de Ensino-aprendizagem e Educação Especial: Relato de uma Experiência em Fisiologia da Audição no Ensino Superior: Account of an Experience in Hearing Physiology in Higher Education. Revista de Graduação USP, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 43-57, 2023. DOI: 10.11606/issn.2525-376X.v7i1p43-57. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/gradmais/article/view/216608. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos