Entre o tipo e a norma: reflexões sobre o comportamento do designer gráfico no ambiente acadêmico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v9i1p72-92

Palavras-chave:

Design gráfico - aspectos sociais, Mediação cultural. Normalização, Documentação científica, Regime de informação

Resumo

Este estudo exploratório busca compreender como os designers gráficos, especialistas em mediar informações pelo aspecto simbólico da tipografia, comportam-se diante dos mecanismos ordenadores do texto científico. Parte-se do pressuposto de que as convenções normativas, ao estabelecerem uma estética padronizada, restringem o potencial significante dos tipos a modelos preconcebidos. Diante disso, deseja-se saber como os designers que atuam no ensino superior lidam com essa questão, se eles resistem ao serviço de normalização e que soluções podem ser apresentadas a fim de melhorar ou alterar os padrões atuais. Em campo, optou-se por trabalhar com o grupo “Professores de Tipografia” do Facebook™, pois reúne designers docentes de diferentes instituições brasileiras, além de algumas internacionais. Foi disponibilizado para eles um questionário digital criado pelo Google Forms™, cujo conteúdo das respostas foi analisado com base no conceito de regime de informação de Frohmann (1995) e de González de Gómez (2012). Pelo retorno obtido, percebe-se que as ações e as opiniões dos depoentes apresentam marcas do regime ordenador científico, configurando-lhes um comportamento acadêmico condicionado pela norma, a despeito de suas habilidades como comunicadores visuais. Conclui-se que, apreendidos por esse sistema, os depoentes não somente seguem as prescrições normativas, mas as reforçam, ampliando o poder regulatório consolidado no rigor estrutural do texto, na escrita objetivada e na funcionalidade operacional dos meios que armazenam e recuperam a informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ismael Lopes Mendonça, Universidade Federal do Ceará

Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Ceará, Brasil. Especialista em Teorias da Comunicação e da Imagem e graduado em Comunicação Social, com habilitação em Publicidade e Propaganda, pela Universidade Federal do Ceará, Brasil. Integrante do grupo de pesquisa Competência e Mediação em Ambientes de Informação.

Luiz Tadeu Feitosa, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará, Brasil. Professor do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará, Brasil.

Maria de Fátima Oliveira Costa, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista, Brasil. Professora do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará, Brasil.

Downloads

Publicado

2018-06-01

Como Citar

MENDONÇA, I. L.; FEITOSA, L. T.; COSTA, M. de F. O. Entre o tipo e a norma: reflexões sobre o comportamento do designer gráfico no ambiente acadêmico. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 72-92, 2018. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v9i1p72-92. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/141419. Acesso em: 29 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos