Competência em informação e inovação social: a interdisciplinaridade em foco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v13i1p27-46

Palavras-chave:

Aprendizagem ao longo da vida, Assimetria informacional, Interdisciplinar, Inclusão social

Resumo

O presente artigo propõe-se a analisar os conceitos de inovação social e de competência em informação, tendo em vista o caráter interdisciplinar de ambos, para ressaltar semelhanças existentes nas duas temáticas. A inovação social visa à transformação social por meio de mudanças nas práticas sociais, o que implica interdisciplinaridade por abordar as formas com que a sociedade se transforma nas mais distintas áreas. Já a competência em informação é uma meta-competência capaz de auxiliar o indivíduo a lidar com necessidades informacionais específicas de cada contexto em uma sociedade informacionalmente assimétrica. A competência em informação é considerada cerne da aprendizagem ao longo da vida e essencial para o pleno desenvolvimento humano em todas as suas dimensões, devendo ser desenvolvida de forma transversal em todas as disciplinas e contextos. Conclui-se pela interdisciplinaridade tanto no campo da inovação social quanto na competência em informação, de forma a se sugerir estudos futuros que foquem na correlação entre as duas disciplinas à luz da interdisciplinaridade, já que ambas se propõem a resolver problemas sociais contemporâneos.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Alessandra de Souza Santos, Universidade FUMEC

    Doutoranda em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento pela Universidade FUMEC. Mestre em Gestão, Educação e Desenvolvimento Local pelo Centro Universitário Una. Especialista em Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento pela Universidade Estácio de Sá. Especialista em Docência e Gestão do Ensino Superior pela Universidade Estácio de Sá. Especialista em Gestão de Pessoas pelo Centro Universitário Una. Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais. Analista do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG).

  • Luiz Cláudio Gomes Maia, Universidade FUMEC

    Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais, graduado em Ciência da Computação pela Universidade FUMEC, licenciatura em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais e licenciatura em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor da Universidade FUMEC na graduação em Tecnologia de Informação e no Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Pesquisador do LAIS - Laboratory for Advanced Information Systems.

  • Marta Macedo Kerr Pinheiro, Universidade FUMEC

    Pós-doutora em Ciência da Informação e da Comunicação pela Universidade Paul Sabatier/IUT/Toulouse III. Doutora em Ciência da Informação - IBICT/CNPq-ECO-UFRJ com Doutorado Sanduíche em Sociologie pelo Centre dÉtudes des Mouvements Sociaux. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Graduada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora da Universidade FUMEC na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento. Professora colaboradora no programam de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento na UFMG.

Referências

ALBAGLI, Sarita. Conhecimento, inclusão social e desenvolvimento local. Inclusão Social, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 17-22, 2006. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/article/view/1514/1712. Acesso em: 1 abr. 2021.

ALBAGLI, Sarita; MACIEL, Maria Lucia. Informação, poder e política: a partir do sul, para além do sul. In: ALBAGLI, Sarita; MACIEL, Maria Lucia (Org.). Informação, conhecimento e poder: mudança tecnológica e inovação social. Rio de Janeiro: Garamond, 2011. p. 9-39.

ALVARENGA, Augusta Thereza de et al. Histórico, fundamentos filosóficos e teórico-metodológicos da interdisciplinaridade. In: PHILIPPI JUNIOR, Arlindo; SILVA NETO, Antônio J (Ed.). Interdisciplinaridade em ciência, tecnologia & inovação. Barueri: Manole, 2011, p. 3-68.

ALVARENGA, Augusta Thereza de; SOMMERMAN, Américo; ALVAREZ, Aparecida Magali de Souza. Congressos internacionais sobre transdisciplinaridade: reflexões sobre emergências e convergências de idéias e ideais na direção de uma nova ciência moderna. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 9-29, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902005000300003&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 mar. 2021.

ANDRÉ, Isabel; ABREU, Alexandre. Dimensões e espaços da inovação social. Finisterra, [S. l.], v. 41, n. 81, p. 121-141, 2006. Disponível em: https://revistas.rcaap.pt/finisterra/article/view/1465. Acesso em: 10 abr. 2021.

BEHRENS, Shirley. A conceptual analysis and historical overview of information literacy. College and Research Libraries, Chicago, v. 55, n. 4, p. 309-322, 1994. Disponível em: https://doi.org/10.5860/crl_55_04_309. Acesso em: 22 mar. 2021.

BELLUZZO, Regina Celia Baptista. Transformação digital e competência em informação: reflexões sobre o enfoque da Agenda 2030 e dos objetivos de desenvolvimento sustentável. Conhecimento em Ação, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p. 3-30, jan./jun. 2019. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/26573. Acesso em: 10 ago. 2021.

BEPA, BUREAU OF EUROPEAN POLICY ADVISORS. Empowering people, driving change: social innovation in the European Union, Luxembourg: publications office of the European Union, 2010. Disponível em: https://op.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/4e23d6b8-5c0c-4d38-bd9d-3a202e6f1e81. Acesso em: 13 abr. 2021.

BERNSTEIN, Jay Hillel. Disciplinarity and trandisciplinarity in the study of knowledge. Informing Science: the International Journal of an Emerging Transdiscipline, Santa Rosa, California, v. 17, p. 241-273, 2014. Disponível em: http://www.inform.nu/Articles/Vol17/ISJv17p241-273Bernstein0681.pdf. Acesso em: 19 mar. 2021.

BERTIN, Patrícia Rocha Bello; LEITE, Fernando César Lima; PEREIRA, Fernando do Amaral. A informação em ciência e tecnologia como insumo para a inovação social: elementos para discussão. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 23., 2009, Bonito. Anais... Bonito: FEBAB, 2009. 11p. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/12143. Acesso em: 16 fev. 2021.

BIGNETTI, Luiz Paulo. As inovações sociais: uma incursão por ideias, tendências e focos de pesquisa. Ciências Sociais Unisinos, São Leopoldo, v. 47, n. 1, p. 03-14, 2011. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/1040/235. Acesso em: 10 abr. 2021.

BURCHINAL, Lee G. The communications revolution: America's third century challenge. Texas: Texas A & M University Library's Centennial Academic Assembly, 1976. Disponível em: https://personalpages.manchester.ac.uk/staff/drew.whitworth/burchinal_the_communications_revolution.pdf. Acesso em: 18 mar. 2021.

CAJAIBA-SANTANA, Giovany. Social innovation: moving the field forward: a conceptual framework. Technological Forecasting and Social Change, [S. l.], v. 82, p. 42-51, fev. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.techfore.2013.05.008. Acesso em: 10 abr. 2021.

CALLON, Michel. L’innovation sociale: quand l’ économie redevient politique. In: KLEIN, Juan-Luis; HARRISSON, Denis (Org.). L’innovation sociale: émergence et effets sur la transformation des sociétés. Québec: Presse Universitaires du Québec, 2007, p. 17-42.

CANIVENC, Suzy. L’autogestion dans la société de l’information québécoise. Montréal: Centre de Recherche sur Innovations Sociales (CRISES), 2012.

CLEMMENSEN, Torkil; KAPTELININ, Victor; NARDI, Bonnie. Making HCI theory work: An analysis of the use of activity theory in HCI research. Behaviour & Information Technology, Londres, v. 35, n. 8, p. 608–627, 2016. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/0144929X.2016.1175507?journalCode=tbit20. Acesso em: 14 abr. 2021.

CLOUTIER, Julie. Qu'est-ce que l'innovation sociale? Montréal: Centre de Recherche sur Innovations Sociales (CRISES), 2003.

COIMBRA, José de Ávila Aguiar. Considerações sobre a interdisciplinaridade. In: PHILIPPI JÚNIOR, Arlindo et al. (Ed.). A interdisciplinaridade em ciências ambientais. São Paulo: Signus, 2000, p. 52-70.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; CASTRO JUNIOR, Orlando Vieira de. Perspectivas sobre competência em informação: diálogos possíveis. Ciência da Informação, [S. l.], v. 47, n. 2, p.35-51, mai./ago. 2018. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4156/3792. Acesso em: 21 mar. 2021.

DAGNINO, Renato. Ciência e tecnologia para o desenvolvimento local: uma proposta transformadora. Revista de Desenvolvimento Econômico, Salvador, Ano VIII, n. 14, p. 43-52, jul 2006. Disponível em: https://revistas.unifacs.br/index.php/rde/article/view/6/6. Acesso em: 26 mar. 2021.

DE MURO, Pasquale et al. Organisations de la société civile, innovation sociale et gouvernance de la lutte contre la pauvreté dans le Tiers-Monde. Mondes en Développement, Nancy, França, v. 35, 2007/3, n. 139, p. 25-42, 2007. Disponível em: https://www.cairn.info/article.php?ID_REVUE=MED&ID_NUMPUBLIE=MED_139&ID_ARTICLE=MED_139_0025#. Acesso em: 10 abr. 2021.

DECLARAÇÃO DE HAVANA: 15 ações de competência em informação/ ALFIN por um trabalho colaborativo e de criação de redes para o crescimento da competência em informação no contexto dos países ibero-americanos. 2012. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/information-literacy/publications/Declaration/Compet.Declara-de-Havana.2012.Portu-Brasil.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

DECLARAÇÃO DE MACEIÓ sobre a competência informacional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 24., 2011. Maceió: FEBAB; IBICT; UnB, 2011. Disponível em: http://febab.org.br/declaracao_maceio.pdf. Acesso em: 29 mar. 2021.

DOMINGUES, Ivan. Em busca do método. In: DOMINGUES, Ivan (Org.). Conhecimento e transdisciplinaridade II: aspectos metodológicos. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005, p. 17-40.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 23-35, jan./abr., 2003. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-19652003000100003. Acesso em: 20 mar. 2021.

EDWARDS-SCHACHTER, Mónica; WALLACE, Matthew L. ‘Shaken, but not stirred’: Sixty years of defining social innovation. Technological Forecasting and Social Change, [S. l.], v. 119, p. 64-79, jun., 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0040162517303347. Acesso em: 10 abr. 2021.

ENGESTRÖM, Yrjö; MIETTINEN, Reijo. Introduction. In: ENGESTRÖM, Yrjö; MIETTINEN, Reijo; PUNAMÄKI, Raija-Leena (Ed.). Perspectives on activity theory. Cambridge: Cambridge University Press, 2007, p. 1-16.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

HALL, Hazel; CRUICKSHANK, Peter; RYAN, Bruce. Exploring information literacy through the lens of Activity Theory. In: KURBANOǦLU, Serap et al. (Ed.). Information literacy in the workplace: 5th European conference, ECIL 2017, Saint Malo France, September 18-21, 2017, Revised Selected Papers. Cham: Springer, 2018, p. 803-812.

HAMELINK, Cees. An alternative to news. Journal of Communication, [S. l.], v. 26, n. 4, p. 120-123, dez. 1976. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1460-2466.1976.tb01947.x. Acesso em: 18 abr. 2021.

HARRISSON, Denis; KLEIN, Juan-Luis. Introduction. In: KLEIN, Juan-Luis; HARRISSON, Denis (Org.). L’innovation sociale: émergence et effets sur la transformation des sociétés. Québec: Presse Universitaires du Québec, 2007, p.1-14.

HOWALDT, Jürgen; DOMANSKI, Dmitri; KALETKA, Christoph. Social innovation: towards a new innovation paradigm. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 17, n. 6, p. 20-44, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1678-69712016/administracao.v17n6p20-44. Acesso em: 10 abr. 2021.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Beacons of the information society: the Alexandria proclamation on information literacy and lifelong learning, 2005. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000144820. Acesso em: 29 mar. 2021.

LAVE, Jean; WENGER, Etienne. Situated learning: legitimate peripheral participation. 30 reimp. Cambridge: Cambridge University Press, 2019.

LEFF, Enrique. Complexidade, interdisciplinaridade e saber ambiental. Olhar de professor, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 309-335, 2011. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/684/68422128007.pdf. Acesso em: 19 mar. 2021.

LIMBERG, Louise; SUNDIN, Olof; TALJA, Sanna. Three theoretical perspectives on information literacy. Human IT: Journal for Information Technology Studies as a Human Science, Borås, Suécia, v. 11, n. 2, p. 93-130, 2012. Disponível em: https://humanit.hb.se/article/download/69/51. Acesso em: 22 mar. 2021.

LLOYD, Annemaree. Information literacy landscapes: information literacy in education, workplace and everyday contexts. Oxford: Chandos, 2010.

LOMBARD, Emmet. Pursuing information literacy: roles and relationships. Oxford: Chandos, 2010.

MACKEY, Thomas P.; JACOBSON, Trudi E. Metaliteracy: reinventing information literacy to empower learners. Chicago: Neal-Schuman/ American Library Association, 2014.

MACKEY, Thomas P.; JACOBSON, Trudi E. Reframing information literacy as a metaliteracy. College & Research Libraries, Chicago, v. 72, p. 62–78, 2011. Disponível em: https://doi.org/10.5860/crl-76r1. Acesso em: 21 mar. 2021.

MANIFESTO DE FLORIANÓPOLIS sobre a competência em informação e as populações vulneráveis e minorias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013. Florianópolis: FEBAB; IBICT; UnB; UNESP, 2013. Disponível em: http://repositorio.febab.org.br/items/show/4554. Acesso em: 23 mar. 2021.

MOULAERT, Frank et al. (Ed.). Social innovation as a trigger for transformations: the role of research. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2017.

MOULAERT, Frank et al. Towards alternative model(s) of local innovation. Urban Studies, [S. l.], v. 42, n. 11, p. 1969-1990, 2005. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1080/00420980500279893. Acesso em: 13 fev. 2021.

MOULAERT, Frank; MACCALLUM, Diana; HILLIER, Jean. Social innovation: intuition, precept, concept, theory and practice. In: MOULAERT, Frank et al. (Ed.). The International Handbook of Social Innovation: collective action, social learning and transdisciplinary research. Cheltenham: Edward Elgar, 2014, p. 13-24.

NICOLESCU, Basarab. O manifesto da transdisciplinaridade. 3. ed. São Paulo: Triom, 2018

NORGAARD, Rolf. Writing information literacy: contributions to a concept. Reference & User Services Quarterly, Chicago, v. 43, n. 2, p. 124-130, 2003. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/20864155?seq=1. Acesso em: 17 mar. 2021.

OLIVEIRA, Jeferson Gonçalves de. Sistemas de informação em saúde: do pensamento complexo à inovação social. 2019. 179 f. Tese (Doutorado em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento) – Faculdade de Ciências Empresariais. Universidade FUMEC, Belo Horizonte, 2019.

OWUSU-ANSAH, Edward K. Debating definitions of information literacy: enough is enough! Library Review, [S. l.], v. 54, n. 6, p. 366-374, 2005. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/00242530510605494/full/html. Acesso em: 18 fev. 2021.

PHILLIPS, Wendy et al. Social innovation and social entrepreneurship: a systematic review. Group & Organization Management, [S. l.], v. 40, p. 428-461, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1177/1059601114560063. Acesso em: 20 mar. 2021.

PINTO, Maria; CORDÓN, José Antonio; DÍAZ, Raquel Gómez. Thirty years of information literacy (1977-2007): a terminological, conceptual and statistical analysis. Journal of Librarianship and Information Science, [S. l.], v. 42, n. 1, p. 3-19, mar. 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0961000609345091. Acesso em: 3 abr. 2021.

PINTO, Vitor Afonso et al. Interdisciplinarity in data science over big data: findings for mining industry. Informação & Sociedade: Estudos, [S. l.], v. 29, n. 4, p. 61-74, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/47536. Acesso em: 19 mar. 2021.

QUEROL, Marco Antonio Pereira; CASSANDRE, Marcio Pascoal; BULGACOV, Yára Lúcia Mazziotti. Teoria da atividade: contribuições conceituais e metodológicas para o estudo da aprendizagem organizacional. Gestão & Produção, São Carlos, v. 21, n. 2, p. 405-416, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-530X2014000200013&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 4 abr. 2021.

RIGHETTO, Guilherme Goulart; VITORINO, Elizete Vieira. A competência em informação como movimento de inovação social. Investigación Bibliotecológica, Cidade do México, v. 34, n. 82, p. 29-52, jan./mar., 2020. Disponível em: http://rev-ib.unam.mx/ib/index.php/ib/article/download/58080/52031. Acesso em: 9 abr. 2021.

ROMA, Júlio César. Os objetivos de desenvolvimento do milênio e sua transição para os objetivos de desenvolvimento sustentável. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 71, n. 1, p. 33-39, jan., 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.21800/2317-66602019000100011. Acesso em: 13 abr. 2021.

SAMPLE, Angela. Historical development of definitions of information literacy: a literature review of selected resources. The Journal of Academic Librarianship, [S. l.], v. 46, n. 2, mar., 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.acalib.2020.102116. Acesso em: 21 mar. 2021.

SANTOS, Ana Clarissa Matte Zanardo dos. O desenvolvimento da inovação social: inibidores e facilitadores do processo: o caso de um projeto piloto da ONG parceiros voluntários. 2012. 222 f. Tese (Doutorado em Administração) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, São Leopoldo, 2012. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3234. Acesso em: 20 mar. 2021.

SOMMERMAN, Américo. Inter ou transdisciplinaridade: da fragmentação disciplinar ao novo diálogo entre saberes. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2008.

TAYLOR, James B. Introducing Social Innovation. The Journal of Applied Behavioral Science, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 69-77, 1970. Disponível em: https://doi.org/10.1177/002188637000600104. Acesso em: 20 mar. 2021.

TEPSIE – THEORETICAL, EMPIRICAL AND POLICY FOUNDATIONS FOR SOCIAL INNOVATION IN EUROPE. Final Report Summary, 2014. Disponível em: https://cordis.europa.eu/project/id/290771/reporting. Acesso em: 21 jan. 2021.

TEWELL, Eamon. A decade of critical information literacy: a review of the literature. Communications in Information Literacy, Buffalo, v. 9, n. 1, p. 24-43, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.15760/comminfolit.2015.9.1.174. Acesso em: 21 fev. 2021.

TUOMI-GRÖHN, Terttu. Developmental transfer as a goal of internship in practical nursing. In: TUOMI-GRÖHN, Terttu; ENGESTRÖM, Yrjö (Ed.). Between school and work: new perspectives on transfer and boundary-crossing. Bingley: Emerald: European Association for Learning and Instruction, 2003, p. 199-231.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION. Riga recommendations on media and information literacy in a shifting media and information landscape. Riga, 2016. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/Events/riga_recommendations_on_media_and_information_literacy.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION. Paris Declaration on media and information literacy in the digital era. Paris, 2014. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/In_Focus/paris_mil_declaration_final.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION. Conceptual relationship of information literacy and media literacy in knowledge societies, 2013. Disponível em: http://www.observatorioabaco.es/biblioteca/docs/371_UNESCO_INFORMATIONLITERACY_2013.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION. Fez declaration on media and information literacy. Fez, 2011. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/news/Fez%20Declaration.pdf. Acesso em: 29 fev. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION. Prague declaration towards an information literate society. Praga, 2003. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/PragueDeclaration.pdf. Acesso em: 29 fev. 2021.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION; INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. The Moscow declaration on media and information literacy. Moscou, 2012. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/In_Focus/Moscow_Declaration_on_MIL_eng.pdf. Acesso em: 29 mar. 2021.

VAN DER HAVE, Robert P.; RUBALCABA, Luis. Social innovation research: an emerging area of innovation studies? Research Policy, [S. l.], v. 45, n. 9, p. 1923-1935, nov., 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.respol.2016.06.010. Acesso em: 10 abr. 2021.

VIRKUS, Sirje. Information literacy in Europe: a literature review. Information Research, Borås, Suécia, v. 8, n. 4, 2003. Disponível em: http://informationr.net/ir/8-4/paper159.html. Acesso em: 21 mar. 2021.

WARD, Dane. Revisioning information literacy for lifelong meaning. The Journal of Academic Librarianship, [S. l.], v. 32, n. 4, p. 396-402, 2006. Disponível em: http://ir.library.illinoisstate.edu/fpml/38. Acesso em: 23 mar. 2021.

WENGER, Etienne. Communities of practice: learning, meaning and identity. Cambridge: Cambridge University Press, 2019.

WHITWORTH, Andrew. Radical information literacy: reclaiming the political heart of the IL movement. Oxford: Chandos, 2014.

ZURKOWSKI. Paul G. The information service environment relationships and priorities. Related Paper, n. 5, Nov. 1974. Disponível em: https://eric.ed.gov/?id=ED100391. Acesso em: 18 fev. 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

SANTOS, Alessandra de Souza; MAIA, Luiz Cláudio Gomes; PINHEIRO, Marta Macedo Kerr. Competência em informação e inovação social: a interdisciplinaridade em foco. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, Brasil, v. 13, n. 1, p. 27–46, 2022. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v13i1p27-46. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/190716.. Acesso em: 30 maio. 2024.