A potência do não percebido: Hegel, Dewey e seu lugar na corrente principal do pensamento classificatório

Autores

  • Hope A. Olson

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v2i1p3-15

Palavras-chave:

Dewey, Hegel, Lógica classificatória

Resumo

Este artigo explora as conexões entre Melvil Dewey, William Torrey Harris e os Hegelianismos. Reconhece a dívida dos mesmos para com Bacon enquanto rastreia a prática da hierarquia destas influências filosóficas até Dewey e seu legado, a Classificação Decimal de Dewey dos dias de hoje. A onipresença da hierarquia está ligada à metáfora de Dewey a respeito da organização de uma turba em um exército ordenado, usando a ferramenta da lógica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2011-06-02

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

OLSON, Hope A. A potência do não percebido: Hegel, Dewey e seu lugar na corrente principal do pensamento classificatório. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, Brasil, v. 2, n. 1, p. 3–15, 2011. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v2i1p3-15. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42331.. Acesso em: 13 abr. 2024.