Análise bibliométrica e cientométrica: desafios para especialistas que atuam no campo

Autores

  • Márcia Regina da Silva Departamento de Educação, Informação e Comunicação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo
  • Carlos Roberto Massao Hayashi Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de São Carlos
  • Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v2i1p110-129

Palavras-chave:

Análise Bibliométrica, Competências, Profissionais da Informação

Resumo

A bibliometria e a cientometria aplicam métodos quantitativos para análises estatísticas de publicações e atividades científicas. Na atualidade, pesquisadores, especialistas em informação, bibliotecários e também laboratórios,diretores de pesquisa, universidades e governos, utilizam técnicas e métodos bibliométricos e cientométricos para avaliar as atividades científicas.Esse artigo discute a utilização da bibliometria e cientometria por profissionais da informação e especialistas e tem o objetivo de refletir e propor um conjunto de requisitos necessários para realização de análises bibliométricas e cientométricas. Do ponto de vista metodológico, o estudo está baseado na literatura das áreas da Ciência da Informação e da Sociologia da Ciência, que foram compulsadas em busca de teorias e modelos explicativos, bem como sobre as posições divergentes e convergentes existentes no campo dos estudos métricos da informação. O texto está organizado em três partes e inicia pela apresentação de um panorama histórico-conceitual da bibliometria e cientometria. Em seguida, são focalizados os especialistas envolvidos na realização de análise bibliométricas e cientométricas: os bibliotecários e os pesquisadores. Por fim, é apresentado um conjunto de requisitos para a realização de análises bibliométricas e cientométricas, formulados a partir da perspectiva que relaciona os diferentes usuários dessa metodologia e os procedimentos necessários para a sua realização. As conclusões apontam a necessidade de uma maior interação entre os diferentes especialistas envolvidos na realização de análises bibliométricas tendo em vista a qualidade dos estudos realizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Regina da Silva, Departamento de Educação, Informação e Comunicação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo

Doutora em Educação. Professora do Curso de Ciências da Informação e da Documentação.

Carlos Roberto Massao Hayashi, Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de São Carlos

Doutor em Educação. Professor adjunto do Departamento de Ciência da Informação e Professor da Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi, Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de São Carlos

Doutora em Educação. Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação e Professora da Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Downloads

Publicado

2011-06-09

Como Citar

DA SILVA, M. R.; HAYASHI, C. R. M.; HAYASHI, M. C. P. I. Análise bibliométrica e cientométrica: desafios para especialistas que atuam no campo. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 110-129, 2011. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v2i1p110-129. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42337. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos